Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Lei de Licitações poderá ser modificada

22 Out 2004 - 17h09
A Câmara vai analisar o Projeto de Lei 4222/04, do deputado Jorge Alberto (PMDB-SE), que altera a Lei de Licitações (8666/93), estabelecendo novas normas para a realização de licitação para execução de obra pública e prestação de serviços. Entre as mudanças, o projeto assegura a participação de representante da instituição financeira oficial que for financiar a obra nas deliberações da comissão de licitação. A proposta prevê também que as obras e serviços só poderão ser licitados, quando houver projeto básico aprovado, orçamento detalhado, previsão de recursos para o pagamento e a obra estiver prevista no Plano Plurianual.
As novas normas propostas ainda estabelecem que a dívida de obra regularmente executada será imprescritível. Os valores inscritos em precatório poderão ser utilizados para compensação de obrigações tributárias e será assegurada a atualização monetária pela taxa Selic.

Prazos e documentação
O projeto ainda modifica o prazo mínimo para o recebimento das propostas, estabelecendo 45 dias para concurso e concorrência; 30 dias para a tomada de preços; e 5 dias úteis para o convite. Para a habilitação nas licitações os interessados deverão apresentar documentação de habilitação jurídica, qualificação técnica, qualificação econômica-financeira e regularidade fiscal.
Jorge Alberto afirma que a proposta coíbe eventuais manipulações do interesse público, inibindo a apresentação de propostas que não possuem outra finalidade senão a de tumultuar o bom andamento das licitações públicas, quase sempre com objetivos finais escusos.
 
 
 
Agência Cãmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho