Menu
SADER_FULL
sábado, 20 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Juiz libera transgênicos no Porto de Paranaguá

4 Mai 2007 - 16h12
 

O juiz federal Carlos Felipe Komorowski, em substituição na Vara Federal e Juizado Especial Federal de Paranaguá, concedeu liminar obrigando a APPA (administração) dos Portos de Paranaguá e Antonina) a liberar o embarque e desembarque de soja transgênica no Porto de Paranaguá, no Paraná. A decisão é resultado de mandado de segurança ingressado contra ato da APPA que proibiu o carregamento de soja transgênica nos porões dos navios já carregados de soja convencional e vice-versa, a fim de impedir a mistura dessas variedades de grãos.

A classe empresarial entrou com mandado de segurança contra a determinação da APPA por entender que, além de atrasar o processo, afastaria os exportadores. Na decisão, o juiz federal entende que “as deliberações do CAP (Conselho de Autoridade Portuária) têm primazia às da APPA, de acordo com a Lei dos Portos”.

“A segregação da soja convencional da transgênica nos porões de navios não faz parte da competência da APPA, deve apenas estar de acordo com contratos de transporte”, disse o magistrado. Ao lembrar a Lei de Biossegurança, o juiz Carlos Felipe Komorowski completa que ela “não determina segregação de soja na armazenagem e sim a informação ao consumidor sobre a natureza transgênica do produto, o que cabe ao fornecedor e não à administração do porto”.

Komorowski ainda concordou que “a proibição dificultaria o transporte de soja e poderia desestimular novas vendas do produto”. Representantes da Faep (Federação da Agricultura do Estado do Paraná) comemoram a decisão favorável, pois a administração do Porto de Paranaguá estava se metendo em um assunto que não é deles. “No navio, quem manda é o capitão. Essa decisão judicial é uma medida lógica. Não tinha sentido nenhum a proibição da APPA. O governo não importa nem exporta nada, esse é um problema do fretador, do comprador e do vendedor envolvidos no negócio”, comenta Carlos Augusto de Albuquerque, assessor da FAEP.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082
VIOLENCIA
Motorista atropela manifestantes do MST e mata um idoso