Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 16 de julho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Ivan provoca evasão de 1,6 milhão de cubanos

13 Set 2004 - 07h16
Cerca de 1,6 milhão de cubanos já foram retirados de suas casas devido à aprimação do furacão Ivan da ilha, segundo o Estado-Maior da Defesa Civil cubana. A chegada do furacão à ilha deve ocorrer entre a noite de hoje e segunda-feira.

O fenômeno está se aproximando do oeste de Cuba com ventos de até 250 km/h e provocará "danos importantes" devido às chuvas torrenciais prolongadas e prováveis inundações, que também devem afetar Havana, segundo o meteorologista José Rubiera. "Este furacão é gigantesco. É preciso tomar as maiores precauções", avisou em entrevista transmitida pela televisão.

A passagem do furacão pelas ilhas do Caribe, onde causou grandes estragos na ilha de Granada, já provocou a morte de 56 pessoas, segundo a Globonews.

Às 17h de Miami (18h de Brasília), o olho do furacão se encontrava 365 quilômetros a sudeste da ponta oriental de Cuba, movendo-se para o oeste-noroeste, a cerca de 17 km/h.

O alerta pelo furacão Ivan em Cuba compreende a península mexicana de Yucatán, as Ilhas Cayman e Cuba, indo desde Pinar del Rio (150 quilômetros ao leste de Havana), até a cidade de Ciego de Avila (380 quilômetros a oeste), incluindo a ilha da Juventude, informou o Centro Nacional de Furacões (CNH), com sede em Miami.

Segundo o CNH, "espera-se um giro para o noroeste nas próximas 12 a 24 horas". Nesta trajetória, acrescentou o CNH, o centro do furacão deve "passar perto ou sobre o extremo leste de Cuba até o anoitecer de segunda-feira".

"É provável que chova durante toda a segunda-feira, com enormes riscos de inundações em uma ampla área do oeste de Cuba", advertiu Riviera. O especialista destacou que a zona de chuvas do furacão Ivan tem um diâmetro de 500 km que, somado a sua lenta movimentação, "permite prever um longo período de precipitações".

Apesar de ainda estar longe do litoral cubano, as províncias do centro e oeste do país amanheceram nubladas, com chuvas intermitentes e fortes ventos que chegaram aos 87 quilômetros por hora na Ilha de La Juventud, no sul de Cuba, segundo a imprensa locais.

Se o Ivan seguir sua trajetória atual passará na segunda-feira por Piñal del Rio, perto da Península de Guanahacabibes, e entrará nas águas do golfo do México rumo à costa sudeste ou sul dos Estados Unidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Moça de 22 anos é agredida até a morte após se negar a fazer sexo
COMOÇÃO
Jovem Lenara, filha de vice prefeito morre vitima de câncer
100 REMEDIOS
Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios;veja aqui a lista dos medicamentos cortados
ABANDONADA NO ALTAR
Morre jovem que casou sozinha após ser abandonada no altar
TRAGEDIA NA RODOVIA
Morte trágica de três pessoas na PR-082, comove população
BRIGA DE FAMILIA
Pai desfere 15 golpes de facão em filho adolescente
VIOLENCIA DOMESTICA
Pai é morto a marteladas pelo filho um dia antes de aniversário
NÃO QUER QUE ELE USE
Mãe apaga narguilé do filho adolescente e leva chinelada
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que está apaixonado de verdade por Maria da Paz em 'A dona do pedaço'
VAQUINHA VIRTUAL
Com dinheiro de vaquinha, morador de rua que ajudou idosa durante temporal no Rio compra casa