Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Ivan provoca evasão de 1,6 milhão de cubanos

13 Set 2004 - 07h16
Cerca de 1,6 milhão de cubanos já foram retirados de suas casas devido à aprimação do furacão Ivan da ilha, segundo o Estado-Maior da Defesa Civil cubana. A chegada do furacão à ilha deve ocorrer entre a noite de hoje e segunda-feira.

O fenômeno está se aproximando do oeste de Cuba com ventos de até 250 km/h e provocará "danos importantes" devido às chuvas torrenciais prolongadas e prováveis inundações, que também devem afetar Havana, segundo o meteorologista José Rubiera. "Este furacão é gigantesco. É preciso tomar as maiores precauções", avisou em entrevista transmitida pela televisão.

A passagem do furacão pelas ilhas do Caribe, onde causou grandes estragos na ilha de Granada, já provocou a morte de 56 pessoas, segundo a Globonews.

Às 17h de Miami (18h de Brasília), o olho do furacão se encontrava 365 quilômetros a sudeste da ponta oriental de Cuba, movendo-se para o oeste-noroeste, a cerca de 17 km/h.

O alerta pelo furacão Ivan em Cuba compreende a península mexicana de Yucatán, as Ilhas Cayman e Cuba, indo desde Pinar del Rio (150 quilômetros ao leste de Havana), até a cidade de Ciego de Avila (380 quilômetros a oeste), incluindo a ilha da Juventude, informou o Centro Nacional de Furacões (CNH), com sede em Miami.

Segundo o CNH, "espera-se um giro para o noroeste nas próximas 12 a 24 horas". Nesta trajetória, acrescentou o CNH, o centro do furacão deve "passar perto ou sobre o extremo leste de Cuba até o anoitecer de segunda-feira".

"É provável que chova durante toda a segunda-feira, com enormes riscos de inundações em uma ampla área do oeste de Cuba", advertiu Riviera. O especialista destacou que a zona de chuvas do furacão Ivan tem um diâmetro de 500 km que, somado a sua lenta movimentação, "permite prever um longo período de precipitações".

Apesar de ainda estar longe do litoral cubano, as províncias do centro e oeste do país amanheceram nubladas, com chuvas intermitentes e fortes ventos que chegaram aos 87 quilômetros por hora na Ilha de La Juventud, no sul de Cuba, segundo a imprensa locais.

Se o Ivan seguir sua trajetória atual passará na segunda-feira por Piñal del Rio, perto da Península de Guanahacabibes, e entrará nas águas do golfo do México rumo à costa sudeste ou sul dos Estados Unidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’
NOVA LEI
Motoristas condenados por contrabando vão perder a CNH por cinco anos
SUCATA
Jovem transforma pneus velhos em lindas caminhas para pets.
ENTRETENIMENTO
Com direito a uniforme e crachá, “cão frentista” viraliza e ganha milhares de fãs