Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 18 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Ivan provoca evasão de 1,6 milhão de cubanos

13 Set 2004 - 07h16
Cerca de 1,6 milhão de cubanos já foram retirados de suas casas devido à aprimação do furacão Ivan da ilha, segundo o Estado-Maior da Defesa Civil cubana. A chegada do furacão à ilha deve ocorrer entre a noite de hoje e segunda-feira.

O fenômeno está se aproximando do oeste de Cuba com ventos de até 250 km/h e provocará "danos importantes" devido às chuvas torrenciais prolongadas e prováveis inundações, que também devem afetar Havana, segundo o meteorologista José Rubiera. "Este furacão é gigantesco. É preciso tomar as maiores precauções", avisou em entrevista transmitida pela televisão.

A passagem do furacão pelas ilhas do Caribe, onde causou grandes estragos na ilha de Granada, já provocou a morte de 56 pessoas, segundo a Globonews.

Às 17h de Miami (18h de Brasília), o olho do furacão se encontrava 365 quilômetros a sudeste da ponta oriental de Cuba, movendo-se para o oeste-noroeste, a cerca de 17 km/h.

O alerta pelo furacão Ivan em Cuba compreende a península mexicana de Yucatán, as Ilhas Cayman e Cuba, indo desde Pinar del Rio (150 quilômetros ao leste de Havana), até a cidade de Ciego de Avila (380 quilômetros a oeste), incluindo a ilha da Juventude, informou o Centro Nacional de Furacões (CNH), com sede em Miami.

Segundo o CNH, "espera-se um giro para o noroeste nas próximas 12 a 24 horas". Nesta trajetória, acrescentou o CNH, o centro do furacão deve "passar perto ou sobre o extremo leste de Cuba até o anoitecer de segunda-feira".

"É provável que chova durante toda a segunda-feira, com enormes riscos de inundações em uma ampla área do oeste de Cuba", advertiu Riviera. O especialista destacou que a zona de chuvas do furacão Ivan tem um diâmetro de 500 km que, somado a sua lenta movimentação, "permite prever um longo período de precipitações".

Apesar de ainda estar longe do litoral cubano, as províncias do centro e oeste do país amanheceram nubladas, com chuvas intermitentes e fortes ventos que chegaram aos 87 quilômetros por hora na Ilha de La Juventud, no sul de Cuba, segundo a imprensa locais.

Se o Ivan seguir sua trajetória atual passará na segunda-feira por Piñal del Rio, perto da Península de Guanahacabibes, e entrará nas águas do golfo do México rumo à costa sudeste ou sul dos Estados Unidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Justiça condena Deborah Secco por desvio de dinheiro público
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo vai morar com mendigos e vira vizinho de Agenor
CLUELDADE
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
ECONOMIA
Mercado financeiro já trabalha para traçar cenários sem Bolsonaro
PROCURA-SE
Adolescente desaparece e família recebe ligação misteriosa
TRAGÉDIA
Jovens irmãos morrem em grave acidente; caminhonete chegou a se partir ao meio
FAMOSIDADES
Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex mulher
MAIS UM ACIDENTE FATAL
Vítimas de acidente na tarde de ontem, domingo eram pai e filha
FINANCIMENTO OU EMPRÉSTIMO
Entenda como fazer um financiamento ou empréstimo pessoal
ELEIÇÕES 2018 - NO HOSPITAL
"Haddad eleito daria indulto a Lula", diz Bolsonaro