Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Itália proíbe celulares em escolas do país

16 Mar 2007 - 14h53
A Itália proibiu crianças de usarem celuares em classes para impedir que as aulas sejam interrompidas por aparelhos tocando e por alunos que se divertem com as câmeras de seus telefones.

A norma força as escolas e disciplinarem crianças que insistirem em usar seus celulares, com punições que vão desde tirar os aparelhos dos alunos a impedimento de participação em exames.

A proibição segue-se a uma série de incidentes que chocaram os italianos. Em novembro, um vídeo mostrando um aluno deficiente sendo atacado por colegas de classe e que foi feito com um celular, causou revolta depois que foi veiculado na Internet. Em outro caso, alunos filmaram outros assediando sexualmente uma professora.

O ministro da Educação da Itália, Giuseppe Fioroni, informou que sanções severas serão aplicadas "em casos de gravidade extremamente elevada" onde a violação das regras cause repercussões legais ou de segurança.

O jornal italiano Corriere della Sera publicou que a Itália é o primeiro país europeu a impor uma proibição nacional de celulaes em escolas.

 

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação