Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

INSS reajusta 68 mil aposentadorias

26 Out 2004 - 07h16
O INSS vai pagar em novembro, referente a outubro, mais 68.559 benefícios já revisados pelo IRSM de abril de 1994, como determina a Medida Provisória 201/2004, segundo levantamento feito pela Divisão de Concessão e Revisão de Benefícios da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev).
Segundo a assessoria da Previdência, são benefícios com finais dois, cinco e sete, cujos titulares aderiram à proposta de acordo feita pelo governo até o dia 14. Além destes casos, há ainda alguns benefícios com finais um e seis cujas adesões ao acordo só foram entregues no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal depois do fechamento da folha de setembro.
Ao todo, a próxima folha de pagamento do INSS conterá 104.941 benefícios reajustados pelo IRSM de fevereiro de 1994, incluindo 36.382 que já tinham sido reajustados na folha de setembro, que foi paga nos primeiros cinco dias úteis agora de outubro.
A Dataprev já revisou também outros 66.093 benefícios cujos titulares aderiram ao acordo, mas que só terão direito a receber os atrasados, já que são benefícios que foram cessados. A maioria deles cessou por ser temporário, como o auxílio-doença. Há ainda aqueles que cessaram e geraram outro benefício com um destes finais, neste caso, por exemplo, estão as aposentadorias cujos titulares faleceram e deixaram pensões para dependentes.
Um outro exemplo são aqueles auxílios-doença que foram transformados em aposentadoria por invalidez. Em situações como esta, as pensões ou aposentadorias por invalidez têm direito a reajuste que, para ser calculado, exige que o benefício anterior seja revisto. Estes atrasados, porém, deverão ser pagos a partir de 2005.
A Dataprev totaliza 171.034 benefícios revistos. Além destes, há outros 48.458 benefícios cujos titulares aderiram ao acordo, mas não foram revistos por terem seus números com finais diferentes de um, dois, cinco, seis e sete, ou pelo fato de as adesões terem chegado à Dataprev depois de 14 de outubro.
 
 
 
Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho