Menu
SADER_FULL
segunda, 22 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

INSS reajusta 68 mil aposentadorias

26 Out 2004 - 07h16
O INSS vai pagar em novembro, referente a outubro, mais 68.559 benefícios já revisados pelo IRSM de abril de 1994, como determina a Medida Provisória 201/2004, segundo levantamento feito pela Divisão de Concessão e Revisão de Benefícios da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev).
Segundo a assessoria da Previdência, são benefícios com finais dois, cinco e sete, cujos titulares aderiram à proposta de acordo feita pelo governo até o dia 14. Além destes casos, há ainda alguns benefícios com finais um e seis cujas adesões ao acordo só foram entregues no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal depois do fechamento da folha de setembro.
Ao todo, a próxima folha de pagamento do INSS conterá 104.941 benefícios reajustados pelo IRSM de fevereiro de 1994, incluindo 36.382 que já tinham sido reajustados na folha de setembro, que foi paga nos primeiros cinco dias úteis agora de outubro.
A Dataprev já revisou também outros 66.093 benefícios cujos titulares aderiram ao acordo, mas que só terão direito a receber os atrasados, já que são benefícios que foram cessados. A maioria deles cessou por ser temporário, como o auxílio-doença. Há ainda aqueles que cessaram e geraram outro benefício com um destes finais, neste caso, por exemplo, estão as aposentadorias cujos titulares faleceram e deixaram pensões para dependentes.
Um outro exemplo são aqueles auxílios-doença que foram transformados em aposentadoria por invalidez. Em situações como esta, as pensões ou aposentadorias por invalidez têm direito a reajuste que, para ser calculado, exige que o benefício anterior seja revisto. Estes atrasados, porém, deverão ser pagos a partir de 2005.
A Dataprev totaliza 171.034 benefícios revistos. Além destes, há outros 48.458 benefícios cujos titulares aderiram ao acordo, mas não foram revistos por terem seus números com finais diferentes de um, dois, cinco, seis e sete, ou pelo fato de as adesões terem chegado à Dataprev depois de 14 de outubro.
 
 
 
Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRÔNICA DA SEMANA
CRÔNICA DA SEMANA: 'Precisamos redescobrir o Brasil', por Luciano Gazola
CRUELDADE
Criança tinha o pênis amarrado com elástico e era torturada pelo pai e a madrasta
MORTE TRÁGICA
Adolescente de 13 anos morre após sofrer queda de bicicleta
ESTAVA FORAGIDO
Homem que matou esposa na Sexta-feira Santa morre em acidente 03 dias depois
FEMINICIDIO
Advogada é assassinada a facadas por marido após discussão
100 LUZ
Giselle Itié lamenta a morte de outro ex-namorado em apenas três meses
CENSURADO
Video com ataques de Olavo a Militares é excluido das Redes de Bolsonaro
DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle, do ‘Programa Raul Gil’, se suicida após depressão
FATALIDADE
Bebê morre após ser esquecida pelo pai por três horas dentro do carro
IRRESPONSABILIDADE
Bebê de 1 aninho entra em coma alcoólico após pai dar cachaça com refrigerante