Menu
SADER_FULL
domingo, 17 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Indústria automobilística revê metas para 2004

6 Ago 2004 - 08h19
As exportações de veículos e máquinas agrícolas devem alcançar US$ 7,5 bilhões este ano, um crescimento de 36% sobre 2003. Esse montante supera a estimativa divulgada em junho, quando a previsão da indústria automobilística apontava para US$ 6,9 bilhões em exportações, 25% acima do valor obtido em 2003.

Ao anunciar a revisão da meta, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Rogério Golfarb, disse que existe uma demanda aquecida no mercado mundial e que são as vendas externas o motivo pelo qual o setor vem mantendo a produção em ritmo acelerado. A quantidade de veículos exportados em julho foi 72,4% superior à de julho de 2003.

Na mesma base de comparação, as vendas de caminhões (somando diferentes categorias) dobraram, passando de 1.187 para 2.395 unidades. As maiores demandas foram de caminhões semipesados, com alta de 183% sobre julho do ano passado, mês em que os negócios somaram 312 unidades.

Os veículos de passeio tiveram uma procura 76,5% maior entre os consumidores estrangeiros, totalizando 49.594 unidades exportadas em julho contra 34.095 no mesmo período do ano passado.

As exportações de máquinas agrícolas cresceram 62,8%, em julho sobre julho de 2003, com destaque para tratores de roda, com alta de 75,2%, equivalente a 2.726 unidades, e ainda para as retroescavadeiras, cujas vendas atingiram 118 unidades, 40,5% a mais do que em igual período do ano passado.

Rogério Golfarb está otimista com relação às possibilidades de acordos para ampliar as trocas comerciais com os países da União Européia. Para ele, a vitória inicial do Brasil na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra os subsídios concedidos pelos europeus ao açúcar mostra uma tendência de entendimentos promissores ao país.

Ele aposta no êxito das negociações entre o Mercosul e a União Européia na próxima semana. Sobre o comércio com a Argentina, Golfarb disse que o Brasil está cumprindo o acordo, de importar até US$ 2,4 para cada US$ 1 exportado.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat