Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 17 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Homem decapita mulher e vai beber com a cabeça em bolsa

21 Set 2010 - 10h24Por AFP

Um espanhol foi beber tranquilamente cerveja com seus amigos num bar e levou a cabeça de sua noiva assassinada dentro de uma bolsa, informou nesta terça-feira a imprensa espanhola.

Para piorar a história, depois de deixar o bar em Córdoba (Andaluzia) no domingo passado, o homem, 34 anos, subiu numa torre elétrica, recebeu uma descarga, caiu e morreu no hospital.

Segundo o jornal ABC, o homem teria dito a seus amigos no bar que estava carregando a cabeça decapitada de sua namorada de 30 anos. Ele se mostrava aparentemente tranquilo, apesar das manchas de sangue que tinha na camisa.

"No entanto, mais tarde, quando viram uma enorme mancha de sangue, os amigos compreenderam que não se tratava de uma brincadeira macabra. Horrizados, descobriram a bolsa junto ao bar e, dentro dela, a cabeça da vítima", contou o ABC.

A polícia depois confirmou ter encontrado o corpo da mulher morta com várias facadas. Seu suposto assassino, identificado apenas como MRTR, morreu depois de subir a torre de eletricidade. Perto da torre, a polícia encontrou a faca que seria a arma do crime.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros