Menu
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Helicóptero com pessoal da Petrobras cai e mata um

22 Jul 2004 - 17h50
Uma pessoa morreu e cinco estão desaparecidas na queda de um helicóptero da empresa BHS, que presta serviço de transporte de pessoal para a Petrobras. O acidente aconteceu às 8h20 de hoje na Bacia de Campos, no norte do Rio de Janeiro. Carlos Augusto Rodrigues, uma das seis pessoas resgatadas, não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Viajavam na aeronave nove passageiros e dois triplulantes. O piloto e o co-piloto estão entre os sobreviventes. Mergulhadores ajudam no resgate das outras vítimas. Três helicópteros estão sobrevoando o local e as equipes de resgate trabalham intensamente no local.

A Petrobrás divulgou, à tarde, a lista dos nove passageiros que estavam a bordo do helicóptero da empresa BHS. São eles: Igor Neves da Silva, Anderson André da Silva, Eleomar Rossi, Adilson Alves de Paula, Luciana de Oliveira da Silva, Anidalmo Moraes Siqueira, Carlos Antônio da Silva, Augusto C. Gomes e Carlos Augusto Rodrigues.

Em nota oficial, a Petrobras lamentou o acidente e ressaltou a mobilização que está sendo realizada para resgatar os desaparecidos.

"Imediatamente, a Petrobras acionou seu plano de contingência, envolvendo a mobilização de barcos, helicópteros e especialistas para apoio às atividades de emergência. Foram resgatados até o momento e passam bem: Luciana de Oliveira Silva empregada da CIS Brasil, Anderson Andrade da Silva empregado da Krontec, Augusto César Peixoto Gomes, empregado da Petrobras, e os empregados da BHS, Comandante Adriano Godinho Bastos e Co-piloto José Ismael M. Jr.", diz a nota.

Técnicos do Departamento de Aviação Civil já estão em Macaé para iniciar as investigações sobre as causas do acidente com o helicóptero. De acordo com a assessoria de imprensa do DAC, ainda não há prazo definido para a apuração completa das causas do acidente.

O helicóptero, modelo Socorski-76, havia saído do barco de apoio SBPR e seguia para a P-31, no campo de Albacora, quando caiu. O piloto chegou a entrar em contato com a base e avisou que faria um pouso forçado na água.

A plataforma fica a cerca de 90 quilômetros do aeroporto do Farol, em Macaé e o tempo de viagem costuma ser de 40 minutos. Momentos antes do acidente, o piloto informou à base pelo rádio que precisaria fazer um pouso forçado na água.

Sindicato cobra melhorias
O diretor do Sindicato dos Petroleiros do norte fluminense, Valter de Oliveira, cobrou hoje melhorias nas condições de vôos na Bacia de Campos. Ele explicou que a entidade vem participando das comissões que discutem a segurança e faz uma série de reivindicações, entre elas a de investimentos em treinamento para os tripulantes.

Entre as reivindicações do Sindipetro do norte fluminense, estão a criação de uma unidade para atendimento de queimados em Macaé, uma unidade de atendimento de emergência para a Bacia de Campos, em Campos, a disponibilização de um helicóptero ambulância no Heliporto do Farol e a atualização das normas de segurança nos vôos.

Outros acidentes
No dia 5 de julho do ano passado ocorreu um outro acidente com helicóptero da BHS do Brasil, prefixo YVM. Ele bateu com a hélice e caiu próximo à plataforma P-33, na Bacia de Campos. Cinco pessoas morreram no acidente.

Em 2002, aconteceram dois acidentes aéreos. No 2 de setembro, um helicóptero que ia para P-17 fez pouso de emergência no aeroporto de Campos após ter perdido o trem de pouso. Em 22 de novembro, um helicóptero da empresa Aeróleo que fazia testes caiu e explodiu na Fazenda Mutúm, em Macaé. O dois tripulantes conseguiram pular antes que o aparelho batesse no chão e explodisse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Famosidades
Daniela Mercury e Malu Verçosa postam foto de beijo na boca: 'Dia de ostentar nosso amor'
Novela Global
‘O outro lado do paraíso’: Patrick sofre ao deduzir que Clara e Gael passaram a noite juntos
Disputa por Drogas
Dois morrem e 9 ficam feridos em ataque de traficantes a jogo de futebol
Perigo da net
Golpe do Bolsa Família se espalha no WhatsApp: 600 mil brasileiros afetados
Milionário(a)
Mega-Sena, concurso 2.034: aposta de SP ganha sozinha
O Apocalipse
Alan (Eduardo Galvão) manda embora Susana (Monica Torres) de sua casa e ela termina o casamento com
Post Polêmico
Caio Blat cria polêmica na Web com post e é chamado de machista por Maria Casadeval
Famosidades
Tratando de um câncer, Mr. Catra perde 35 kg
Novela Global
Fabiana é presa no fim de 'O outro lado do paraíso'
O Apocalipse
Anticristo leva ‘Apocalipse’ à vice-liderança na audiência