Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 19 de agosto de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Governo resgata cidadania e garante vida digna para 100 mil famílias

7 Jul 2010 - 16h53Por Notícias MS

Investimentos chegam a R$ 378 milhões

 

 

 

 

 

 

Desde a Constituição de 88 ficou estabelecido que a assistência social  é dever do Estado, mediante adoção de políticas públicas. Ela é muito mais complexa do que o puro assistencialismo. Ciente desta responsabilidade, o Governo do Estado aprofundou esta questão, estabelecendo programas sociais que fossem muito mais além do que garantir um “socorro” imediato às famílias que se encontram abaixo da linha de pobreza, promovendo a verdadeira justiça social.

 

 

 

Somente nesta área, já foram investidos R$ 378 milhões. Parte dos recursos garantiu a construção de 22 novos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) e reforma de mais 19 unidades. Também foram construídos 27 CIATs (Centros Integrados de Atendimento ao Trabalhador).

 

 

 

No primeiro ano de seu mandato, o governador André Puccinelli, visando colocar em prática o verdadeiro conceito de assistência social, teve que suspender os programas sociais implantados pelo governo anterior, para readequá-los a verdadeira transformação do indivíduo.

 

 

 

MUITO MAIS QUE UMA AJUDA

 

 

 

O governador André Puccinelli lembra que assistência social é muito mais que uma ajuda ou benesse, como era praticada anteriormente. “Trata-se, na verdade, de um mecanismo que visa superar as exclusões sociais, bem como garantir a defesa dos direitos da cidadania e da dignidade humana, melhorando a qualidade de vida da população.”

 

 

 

No ano seguinte (2008), foram criados programas consolidados com base a Lei Orgânica de Assistência Social, criada em 1993: Vale Universidade, Vale Universidade Indígena, Vale Renda, Projovem Trabalhador, Projovem Urbano, Projovem Adolescente e Cestas Básicas nas Aldeias. Hoje, esta ação social é responsável em dar apoio para cerca de 100 mil famílias em Mato Grosso do Sul.

 

 

 

Por meio da Secretaria de Trabalho e Assistência Social, mantém uma equipe de profissionais altamente qualificados, visando dar o suporte necessário para que os “excluídos” passassem a ser incluídos no cenário regional, como pessoas capazes de progredir socialmente, vencendo desafios, obstáculos.

 

 

 

“Não vamos dar o peixe, vamos dar a vara para pescar”. Esta foi a linha mestra que norteou as ações do governador, garantindo o desenvolvimento sustentável do Estado, até o atual estágio do seu governo. O Vale Renda, por exemplo, foi transformado em lei, atendendo cerca de 60 mil famílias. Para ter direito ao benefício, famílias participam de cursos, palestras, além de assumirem o compromisso de manter seus filhos nas escolas.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA - ALMOÇO NO PESQUEIRO
Confira o cardápio do delicioso almoço neste domingo no Pesqueiro 7 Bello em VICENTINA
CRIME PASSIONAL
Marido flagra esposa com suposto amante e caso termina em morte
NOVELA GLOBAL
Remy pode não ter morrido em 'Segundo sol'; veja os indícios
TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente