Menu
SADER_FULL
quinta, 20 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Frio e seca não detêm o avanço da dengue em Dourados

15 Ago 2007 - 13h24
 

O frio e a seca não impediram o avanço da dengue na cidade de Dourados, onde, segundo a Vigilância Epidemiológica, foram notificados 42 casos entre junho e agosto e 25 deram positivos para a doença. No ano, a cidade já registrou cerca de quatro mil casos positivos com quatro mortes, enquanto o Estado fechou o semestre com mais de 71 mil casos de dengue e uma dezena de mortes.

O enfermeiro Roberto Oliveira, da Vigilância Sanitária em Dourados, lembra que a recente epidemia também mostra que é necessário combater a dengue durante o ano todo. "A população tem um papel fundamental, ajudando a eliminar os criadouros do vetor Aedes aegypti como seguindo orientações e buscando socorro junto ao serviço e Saúde", disse.

Segundo a bióloga Magda Fernandes, coordenadora do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), a certeza da ocorrência de uma nova onda epidêmica a partir de setembro é consenso, já que é baixa a relação entre a população do município e as pessoas acometidas com o vírus III. O trabalho de mobilização dos agentes de saúde prossegue sem interrupção em bairros de Dourados com índices de infestação próximos a 1%, sendo que o percentual indica que um a cada 100 imóveis vistoriados tem foco do mosquito.

Segundo o infectologista e consultor do Ministério da Saúde, Rivaldo Venâncio, a grande lição que se tira é "que se não puder evitar a epidemia, pode-se, pelo menos, evitar ou minimizar as mortes", através de triagem eficiente no atendimento ao paciente com suspeita de dengue, para evitar complicações, como a febre hemorrágica e a neurológica, que afeta os movimentos das pernas.

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ATAQUE CANINO
Criança de dois anos é morta no quintal de casa por cachorro rottweiler
INFANTICIDIO
Padrasto teria sentado em cima da cabeça de bebê que morreu,foi espancado na cadeia
SOB INVESTIGAÇÃO
Jornalista do site Lei Seca Maricá foi assassinado com 3 tiros
VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento