Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Eleições municipais dão novo quadro político para o Estado

20 Out 2004 - 17h59
As discussões sobre as mudanças no primeiro escalão do governo do Estado começam a ganhar força na Assembléia Legislativa. As eleições municipais deram novo quadro político e os deputados agora querem participar mais efetivamente, com lugares de destaque nas secretarias.

O deputado Akira Otsubo representa Três Lagoas. E Simone Tebet é a prefeita eleita da cidade. Juntos, os deputados usaram o plenário para uma sessão solene. Homenagem a Banda Marcial, adivinha de que município?

“Três Lagoas”, explicou uma das meninas da banda. Não houve sessão ordinária. A maioria dos deputados ficou pelos corredores. O assunto preferido foi a reforma do secretariado estadual.

PDT, PL e PTB elegeram quase metade dos prefeitos do Estado. Da quantidade de prefeitos eleitos, 37 dos 78 prefeitos. Prestígio que pode se refletir na reforma do secretariado. Hoje, das 13 secretarias estaduais, 11 são ocupadas pelo PT. O PDT tem uma, a de Segurança. A partir de novembro, deve assumir também a Secretaria de Produção. E o PL que já ocupa a pasta da Saúde, está com os pés em uma outra.

“A recém-criada, Juventude, Esporte e Lazer”, afirmou o deputado do PL, Antônio Carlos Arroyo.

O PTB não deixa por menos e quer um lugarzinho ao sol. Cogita-se que o governo ofereceu a Secretaria do Meio-Ambiente. Proposta que não agrada.

“Se for qualquer secretariado, é melhor não assumir nenhuma”, explicou o deputado Akira Otsubo.

No Executivo o governo do Estado confirma as mudanças no primeiro escalão. As definições estão quase fechadas. A assessoria do governo disse hoje a tarde que os partidos que dão sustentação ao Executivo na Assembléia poderão ficar com cinco secretarias. Atualmente, eles têm duas pastas. O quadro que está sendo analisado é este:

O PDT, que tem a Segurança Pública, ganharia também a pasta de Produção e Turismo. O PL, que tem a Saúde ficaria também com a Secretaria da Juventude. A pasta de Meio Ambiente que hoje é do PT, passaria para o PTB. O PT ficaria com Educação, Gestão Pública, Planejamento Ciência e Tecnologia e Cultura.

As pastas da Secretaria de Governo, Receita e Controle, Assistência Social, Infra-Estrutura e Habitação e Desenvolvimento Agrário ficam sob indicação do próprio governador.

E hoje o governador Zeca do PT, em reuniões em Brasília, confirmou que as mudanças visam o projeto de eleições para 2006. Em Brasília o governador se reuniu com os deputados federais do PT. A intenção é provocar a liberação mais rápida de recursos federais que estariam parados nos ministérios.
 
TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras