Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 23 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Eleição de diretores de escolas estaduais tem 783 candidatos

17 Nov 2004 - 16h33
Amanhã das 9 às 20 horas, as comunidades escolares de 340 unidades da rede estadual de ensino terão a oportunidade de escolher os representantes para a direção e para o colegiado escolar. Campo Grande é o maior colégio eleitoral, com aproximadamente 25% das escolas onde haverá eleições.

As eleições da direção colegiada das escolas estaduais para o mandato 2005/2007 envolvem 783 candidatos à direção e direção adjunta. Das unidades que participam do processo eleitoral, 139 possuem vaga para diretor-adjunto, pois atendem mais de 900 alunos e oferecem três turnos. As restantes apresentam apenas candidatos a diretor.

A Comissão Eleitoral Central, formada por técnicos da Secretaria de Estado de Educação (SED), registrou a formação de chapas únicas em 150 escolas. Nesses casos, 120 chapas são integradas por candidatos à reeleição. “Como o voto não é obrigatório, estamos estimulando a comunidade para que participe do processo de escolha dos futuros dirigentes, mesmo nos casos em que há apenas um candidato”, aponta o presidente da Comissão Eleitoral Central e coordenador de Gestão Escolar da SED, Ronaldo Larrubia.

Podem votar os profissionais da educação básica lotados na unidade escolar, alunos regularmente matriculados e freqüentes com idade mínima de 12 anos, pai, mãe ou responsável pelo aluno matriculado e freqüente. Para a contagem dos votos, será adotado o regime de proporcionalidade, utilizado desde 2001, pelo qual 33,33% são destinados aos profissionais da educação básica, 33,33% aos pais e 33,33% aos alunos. Cada pessoa tem direito a apenas um voto, mesmo que pertença a mais de um segmento ou tenha mais de um filho matriculado na escola.


Posse - O resultado das eleições será divulgado 24 horas após o fim da votação. Os eleitos tomarão posse no primeiro dia do próximo ano. No final de janeiro, a SED oferecerá uma capacitação aos gestores eleitos e reeleitos, fornecendo orientações sobre normatização escolar e funcionamento do órgão central. O objetivo é melhorar a qualidade de ensino e da administração das escolas.

“Esse será um primeiro momento para que os diretores, em especial aqueles que ocupam o cargo pela primeira vez, tenham noções sobre gestão escolar para agilizar e facilitar nas atividades da escola”, explica a gestora em processos de gestão escolar, Edna Bogado da Rosa. Em julho, os diretores de todo o Estado participarão do programa Escola de Gestores, do Ministério da Educação (MEC), que vai capacitar 150 mil diretores da educação básica de todo o País.
 
 
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMBOSCADA
Homem é assassinado na frente do filho de seis anos
FAMOSIDADES
Xuxa rompe silêncio sobre Marlene Mattos e traições de Pelé: ‘Me fez coisas muito feias’
ASSALTANTE
Preso confessou que matou a ex em cela da cadeia
DISPUTA ACIRRADA
Nova pesquisa mostra empate técnico entre Haddad e Bolsonaro
SELEÇÃO BRASILEIRA
Gabriel Jesus retorna para a Seleção
LOTERIA
Mega-Sena acumula novamente e pode pagar prêmio de R$ 22 milhões
HORÁRIO DE VERÃO 2018
Horário de Verão pode ser extinto em todo território nacional
EDUCAÇÃO
‘Desejo continuar com a minha profissão, mas temo pela minha vida’, diz professor agredido em aula
SOB INVESTIGAÇÃO
Jovem é encontrada morta dentro do quarto e esposo está desaparecido
MORTE NO DETRAN
Jovem sofre parada cardíaca durante prova para tirar CNH