Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 22 de setembro de 2019
CÂMARA BONITO SETEMBRO
Busca
UNIGRAN NET
Brasil

Eclipse lunar acontece na noite de hoje

27 Out 2004 - 09h06

Um telescópio ligado a um data-show (equipamento de projeção) vai exibir as imagens do fenômeno em um telão no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. Durante a observação, que está sendo preparada pelo Departamento de Física da UFMS e pela Secretaria de Estado de Planejamento, Ciência e Tecnologia (Seplanct), os cientistas vão dar explicações ao público sobre o fenômeno.

De acordo com os físicos da UFMS, o eclipse terá em torno de cinco horas de duração. O início do escurecimento da Lua deve acontecer às 20h55 e o ápice, quando o satélite fica totalmente encoberto pela sombra da Terra, está previsto para as 23h04. O eclipse total deve durar quarenta minutos. A atividade no Parque das Nações Indígena deve começar às 19h.

Uma característica marcante dos eclipses lunares é que durante o fenômeno a Lua ganha uma leve coloração avermelhada. Em um eclipse lunar total, como o da quarta-feira, a única luz que chega à superfície do satélite é aquela refletida através da atmosfera da Terra.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

VAMOS ORAR - COMPARTILHE
Familia pede orações para jovem que sofreu grave acidente de moto
DOENÇA DO SÉCULO
Irmãos planejam a própria morte em mensagens de celular
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Homem invade escola de ballet e morde criança de seis anos, no rosto e no peito
BARBÁRIE
Filho de empresário é acusado de encomendar a morte do pai. Crime chocou cidade.
REVOLTANTE
Policial atira em motociclista que não quis parar e mata menina de 8 anos
ACIDENTE GRAVE
Acidente com van escolar deixa dez crianças feridasí; duas estão em estado grave
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Rock é dopado, perde luta e Paixão é anunciado campeão
TRAGÉDIA NA CIDADE
Assassinato de 3 pessoas e um suicídio assusta moradores de cidade
MORTE TRAGICA
Mulher morre após ter 98% do corpo queimado ao acender churrasqueira
CRIME DESVENDADO
Autor do Crime da Mala é identificado 11 anos depois por exame de DNA