Menu
SADER_FULL
segunda, 23 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

E-gov terá 4,5 mil pontos públicos de acesso à Web

23 Nov 2004 - 16h20
No primeiro semestre de 2005, o Ministério das Comunicações vai expandir os serviços do Governo Eletrônico - Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac) de 3,2 mil para 4,5 mil pontos de acesso no País. Apenas no Gesac, a expectativa é chegar ao final de 2006 com 6 mil pontos.

A informação foi dada hoje pelo assessor do Ministério das Comunicações (MC), Antonio Albuquerque. Ele fez a palestra Inclusão Digital no Brasil: Governo Eletrônico - Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac), no segundo dia da 2ª Mostra de Inclusão Digital do governo federal. O evento termina amanhã (24), na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

De acordo com Albuquerque, o Gesac é um programa que tem o objetivo de dar acesso, além da internet, aos grandes portais e aos serviços do governo eletrônico, também à inclusão digital oferecendo uma série de serviços para a comunidade se desenvolver econômica, cultural e pedagogicamente.

"Isso tudo com uma grande preocupação de que a comunidade produza conteúdos, divulgue o seu turismo, discuta com outras comunidades e articule políticas públicas junto à Câmara Legislativa", disse.

Albuquerque revelou que o programa permite à comunidade se abrir para o mundo, conhecer e produzir informações, além de interagir com outras comunidades. Ele lembrou que em todos os Estados existem comunidades usando e produzindo conteúdos em cima do Gesac.

Ele informou que já estão sendo implantadas as unidades de acesso à internet, os telecentros, previstas no Programa Brasileiro de Inclusão Digital (PBID). Serão mil unidades até junho de 2005. O mesmo acontece com as 6 mil unidades previstas no Plano Plurianual de Investimentos, que serão implantadas até 2007.

O assessor da presidência do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), Alex Camacho Castilho, que representou o presidente da instituição, Sérgio Amadeu, falou sobre a experiência do instituto na atual gestão da prefeitura de São Paulo.

Segundo ele, a idéia foi mostrar o trabalho do ITI, de modo que os órgãos federais possam ter a opção de levar a inclusão digital para as áreas carentes do Brasil. "A gente pretende instalar cerca de mil telecentros no Brasil até o final de 2005 nos moldes do Programa Casa Brasil".

Os telecentros são espaços com computadores conectados à internet disponíveis gratuitamente para a população carente, que usam sofware livre - programas de computador cujo uso não implica o pagamento de direitos autorais.

 

Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO POLICIA FEDERAL
Prisões de Puccineli e filho são destaques em jornais nacionais
OSTENTAÇÃO
Cavalo que vale mais que uma Ferrari é destaque em exposição
CAMPO BELO RESORT - PROMOÇÃO
Campo Belo Resort com promoção especial de 22 a 31 de julho, CONFIRA
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Karola descobre o paradeiro de Luzia e chantageia a DJ: Beto ou cadeia?
ACIDENTE FATAL NO BEACH PARK
Acidente no Beach Park, veja como é o brinquedo 'Vainkará' que matou turista
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Fátima do Sul: O Boticário lança linha de cuidados masculinos e mostra que homens também se cuidam
ACIDENTES NAS ESTRADAS
Acidente grave: nove caminhões e um morto na BR-376
POLEMICA
Transexual é retirada algemada de banheiro público feminino em Araruama
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Remy agarra Luzia e Ícaro salva a mãe de ser estuprada
TURISMO PELO BRASIL E MUNDO
Indústria de Hotéis aguarda aprovação dos jogos para captar bilhões em produtos turísticos