Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 16 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Dourados economiza para garantir contrapartida ao crescimento

17 Jun 2010 - 08h06Por Dourados News

Para garantir a contrapartida que a expansão econômica exige do poder público, a Prefeitura de Dourados está adotando uma série de medidas visando redução de 20% de seus gastos. Conforme o secretário municipal de Governo, Eleandro Passaia, o principal objetivo da contenção de despesas é assegurar os recursos que precisam ser investidos pela prefeitura, tanto em obras quanto em empreendimentos da iniciativa privada.

“Dourados vive um dos melhores momentos econômicos de sua história com a implantação de várias empresas tanto no setor comercial quanto industrial e com a construção de importantes obras públicas, como as três mil casas que o município está recebendo, o Anel Rodoviário, as obras do PAC, frentes de drenagem e asfalto nos bairros e recuperação das ruas. Este está sendo um ano muito importante para nosso município e todo esse crescimento depende diretamente de contrapartida da prefeitura. Por isso vamos economizar, para garantir os investimentos que o crescimento econômico necessita”, afirmou Passaia.

O secretário explica que além da contrapartida em recursos financeiros que o município precisa garantir para receber verba federal para casas, asfalto e drenagem, também existe a contrapartida em serviços à iniciativa privada. “Sempre que uma empresa se instala em Dourados, e neste ano o município tem recebido vários empreendimentos de médio e grande porte, a prefeitura tem que, além de doar o terreno, fazer o serviço de terraplanagem. Tudo tem um custo e para absorver esse impacto estamos economizando”, explicou.

Entre os investimentos em contrapartida que a prefeitura teve que fazer neste ano estão as desapropriações de áreas particulares para construção do Anel Rodoviário e mais recentemente da área para implantação do Ceprovest (Centro de Produção de Vestuário e Têxtil).

“Em 2010 o crescimento de Dourados está acima do esperado, mas no ano passado a situação financeira não foi tão boa assim em função de uma série de fatores. Só que o repasse de recursos para o município e a arrecadação deste ano são reflexos do desempenho no ano anterior, situação que exige da prefeitura uma série de medidas para reduzir gastos e absorver o impacto”, explicou Eleandro Passaia.

O prefeito Ari Artuzi disse que o município de Dourados vive um momento único em crescimento econômico e na implantação de obras importantes. “A prefeitura está fazendo de tudo para atrair mais empresas, gerar emprego e renda e para garantir obras que melhoram a vida da população”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto
IBOPE PARA PRESIDENTE
Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
ASSASSINATO
Rapaz agride avós de adolescente que não quis namorar com ele; avó morreu
TRAGEDIA NA RODOVIA
Carro ocupado por sete pessoas se envolve em acidente; cinco morreram
REVOLTANTE
Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar irmão em presídio
ACIDENTE FATAL
Douradense morre em acidente no RS
REALITY SHOW
A Fazenda 10: Ana Paula é eliminada e se manifesta contra Bolsonaro
FACÇÃO CRIMINOSA
Decapitada por Satã do PCC, jovem morreu por exigir respeito após roubo de chinelo
REVISTA VEJA
Pesquisa: Bolsonaro tem 54% dos votos válidos; Haddad, 46%
A FAZENDA
Fazendeiro Evandro Santo gera nova punição