Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Diferença nos benefícios da Previdência poderá ser paga após eleições

21 Out 2010 - 17h01Por Agência Brasil
O ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, vai discutir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após o segundo turno das eleições, a forma de pagamento da diferença nos benefícios de 150 mil aposentados e pensionistas que tiveram ganho de causa no Supremo Tribunal Federal (STF).

Em entrevista hoje (21), ele informou que, de acordo com levantamento feito pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a conta deverá ficar em R$ 1,5 bilhão. Gabas disse que defende que o pagamento seja feito o mais rápido possível, mas que será melhor ficar para depois das eleições, "para que não haja confusão entre gestão e processo eleitoral".

Para o ministro, "não tem sentido não pagar aos aposentados, porque eles tiveram o direito reconhecido pelo STF". Uma parte desses beneficiários, explicou Gabas, vai receber diferença relativa à mudança no teto do Regime Geral de Previdência Social em 1998 e outra à mudança ocorrida em 2003.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'