Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de março de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Daiane sente dores no joelho, mas minimiza situação

4 Ago 2004 - 10h00
No primeiro dia de treinos da seleção brasileira de ginástica olímpica na Grécia, um susto para a equipe. A gaúcha Daiane dos Santos deixou o tablado de solo reclamando de dores no joelho direito, que passou por uma operação há seis semanas.

Entretanto, a reclamação foi logo amenizada pela seleção. Responsável pela operação, o médico Mário Namba, que está em Atenas, tratou de negar qualquer receio com o joelho da ginasta.

"Daiane foi operada há cerca de 40 dias e quando força o ritmo, sente um pouco de dor. Cada dia que passa, essa dor diminui, ela é natural e não preocupa", afirmou Namba, que descartou qualquer nova intervenção no local.

O médico já havia afirmado que Daiane sentiria as dores no último treino realizado no Brasil, em 25 de julho. "Ela agora depende do joelho. Vai sentir muitas dores, mas o normal é que se recupere", explicou.

Segundo a supervisora da seleção, Eliane Martins, as reclamações da ginasta são vistas com naturalidade. "Não tem nada demais. A dor que ela sente é muito menor do que as que ela teve antes do Mundial (de Anaheim, em 2003, quando teve uma operação no mesmo joelho também há seis semanas do evento)", disse.

A dirigente fez questão de ressaltar que Daiane sequer realizou exames médicos no local. "Ela não fez exame, nem nada. Está apenas mantendo o mesmo processo de fisioterapia seguido no Brasil", afirmou Eliane. Segundo Namba, a gaúcha fica mais de seis horas diariamente na fisioterapia.

A própria atleta minimizou o caso. "A dor faz parte da rotina de uma atleta", apontou Daiane, que voltará a treinar normalmente nesta quarta-feira, quando a equipe fará o primeiro treinamento no Hall Olímpico Indoor, onde será disputada a competição olímpica da ginástica.

Eliane explicou que as dores foram provocadas pela série completa do solo. "Ela fez a série completa com todos os movimentos. Como não havia feito isso antes, ela se queixou de algumas dores, mas nada demais. É um dor normal", disse.

Segundo a dirigente, as condições do tablado no local de treinamento, um ginásio próximo à Vila Olímpica, também ajudaram no aumento das dores. "O solo é meio duro por ser novo. Isso pode ter doído mais para a Daiane, mas não preocupa a gente", encerrou.

 

Gazeta Esportiva

Deixe seu Comentário

Leia Também

PACOTE PÁSCOA NO CAMPO BELO RESORT
Campo Belo Resort com pacote especial para a PÁSCOA, Confira aqui e já faça sua reserva
CORAJOSA
Mulher reage a assalto e dá surra em bandido
DESUMANIDADE
Motorista morre em acidente com caminhão e carga de frango é saqueada
LOTERIA
Loterias do final de semana podem pagar mais de R$ 23 MILHÕES
CRIATIVIDADE
Mulher consegue emprego após 5 horas no semáforo com cartaz
BONITO - MS - PACOTE DE PÁSCOA
Que tal curtir o feriado de Páscoa em Bonito MS?, confira o pacote especial do Águas de Bonito
TERROR NA ESCOLA
Homem é morto a tiros enquanto buscava filho na escola
TARADÃO
‘Peladão’ aterroriza mulheres em bairro nobre
MUNDO MEDONHO
Apaixonada pelo genro, sogra rouba nudes dele no celular da filha
QUEIMOU
Mulher queima partes íntimas do marido ao descobrir que ele abusava da filha – Veja VÍDEO