Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 16 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Cresce número de mortos incêndio na Índia

17 Jul 2004 - 10h43
Subiu para 90 o número de mortos no incêndio que destruiu ontem um colégio no estado indiano de Tamil Nadu, no sul do país. Mais dez pessoas faleceram entre a noite de ontem e esta manhã.

Cinco pessoas foram detidas, entre elas o diretor do colégio, Pulavar Palanichamy, outro membro da direção, dois cozinheiros e um supervisor das cozinhas, local onde se originou o incêndio, segundo J.Radhakrishnan, funcionário da administração do distrito de Thanjavur, no qual se encontra a cidade de Kumbakonam, onde aconteceu o fato.

A polícia de Madrás, capital de Tamil Nadu, disse que os detidos poderiam ser acusados de "negligência com resultado de morte" após o fim das investigações sobre o fato. Com relação às mortes, Radhakrishnan, depois de confirmar que o número de mortos já chega a 90 - quase todos eles menores de 10 anos -, disse que um dos últimos falecidos foi uma pessoa que sofreu graves feridas e queimaduras ao tentar resgatar as crianças.

O responsável da administração local acrescentou que ainda há 17 crianças com feridas e queimaduras muito graves hospitalizadas, algumas delas "lutando por sua vida" em estado crítico, por isso teme-se que o número de vítimas mortais possa aumentar. A chefe do governo regional de Tamil Nadu, J. Jayalalithaa, anunciou que o diretor dos Serviços Educativos e outros dois responsáveis do departamento no distrito de Thanjavur foram suspensos de seus cargos.

Jayalalithaa, depois de uma visita aos feridos mais graves no incêndio, disse que "a licença da escola foi cancelada", já que os primeiros indícios apontam que a instituição não cumpria os requisitos de segurança para seu funcionamento. Os bombeiros do distrito asseguraram que nenhum dos professores do colégio morreu, embora alguns meios de comunicação tenha informado que dois deles morreram ao tentar resgatar as crianças.

A imprensa indiana dedica hoje suas manchetes e amplos espaços ao fato, além de publicar muitas fotografias. As imagens eram tão fortes que o jornal "The Hindu", que em sua primeira página mostra uma foto de duas polícias cercados por vários corpos carbonizados, adverte que as imagens "podem incomodar os leitores".

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal