SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
22 de Setembro de 2004 16h29

Correios oferecem consulta a documentos perdidos

A Câmara vai analisar a Proposta de Emenda à Constituição 317/04, apresentada pelo deputado Sandro Mabel (PL-GO), que acrescenta artigo ao Ato das Disposições Constitucionais Transitórias para instituir a carreira de administrador municipal.
De acordo com a PEC, os profissionais deverão ter diploma de bacharel em Administração, e serão selecionados por meio de concurso público de provas e títulos. As normas de organização da carreira e o número de cargos em cada município, de acordo com a respectiva população, serão definidos por lei federal.

Falta capacitação
Lembrando que o Brasil tem mais de cinco mil municípios, o autor do projeto afirma que grande parte das prefeituras não dispõe de pessoal capacitado, o que facilita a pressão de grupos de interesse no processo decisório. "Além disso, devido a essa deficiência organizacional, muitas prefeituras recorrem a consultorias privadas para a elaboração de seus projetos, elevando o custo da máquina governamental e prejudicando a consolidação da política de formação de recursos humanos", afirma o parlamentar.
Para Mabel, a contratação de administradores selecionados por concurso público, como prevê a PEC, aperfeiçoará a gestão pública municipal. "Os referidos profissionais estarão qualificados em nível acadêmico-científico e legalmente aptos para desempenhar a vital missão de formulação e implementação de políticas públicas", acrescenta.

Atribuições
De acordo com a Lei 4769/65, que regulamenta a profissão de técnico de Administração, são privativas daqueles profissionais as seguintes atividades: elaboração de pareceres, relatórios, planos, projetos, arbitragens, laudos, assessoria em geral, chefia intermediária e direção superior; e realização de pesquisas, estudos, análise, interpretação, planejamento, implantação, coordenação e controle dos trabalhos nos campos da administração.

Tramitação
A PEC será encaminhada à Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania para exame de constitucionalidade. Se aprovada, segue para análise de uma comissão especial de deputados e, em seguida, para dois turnos de votação em Plenário.
 
 
Agência Câmara
Comentários
Veja Também
Nossa_Lojas
MBO_SEGURANÇA_300
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Últimas Notícias
  
FÁBRICA_CALÇADOS
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.