Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 15 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
CAMPO GRANDE

CG poderá ter atendimento domiciliar por hospitais do SUS

2 Jun 2010 - 07h38Por MS Notícias

O projeto de Lei nº 6.794/10, de autoria do presidente da Câmara Municipal da Capital, Paulo Siufi (PMDB), e subscrito pelo parlamentar dr. Jamal Salem (PR) (presidente da Comissão de Saúde da Casa de Leis), que autoriza o Poder Executivo a instituir o programa “Home Care” - serviço de atendimento e internação domiciliar” nos hospitais credenciados ao Sistema Único de Saúde - SUS no Município de Campo Grande, foi aprovado nesta terça-feira (1º), na Câmara Municipal.

Segundo Paulo Siufi, a proposta visa promover a humanização do atendimento médico, oferecer uma recuperação mais rápida ao paciente, diminuir o risco de infecções hospitalares, liberar leitos nos hospitais para pacientes que necessitam de cuidados diferenciados, e, finalmente, para diminuir o custo financeiro decorrente da manutenção de paciente em leitos hospitalares. “Já existe essa prerrogativa no Sistema Único de Saúde. Com a intenção domiciliar, irá desafogar os hospitais, para melhor atender as pessoas, naqueles casos terminais, em que muitas vezes são horas,dias, meses junto ao seu familiar. Sem contar, a melhoria que será proporcionada para aqueles que precisam de um curativo cirúrgico, de atendimentos que podem ser feito dentro do domicílio. Tenho certeza de que não é um sonho, mas uma realidade. Esse projeto contemplará a população, assim como os planos de saúde , já contemplam quem tem plano de saúde’, defendeu Siufi.

De acordo com o presidente do Legislativo Municipal, a proposta pode ser implantada no município de Campo Grande, já que existe recursos destinados para essa finalidade, sem que cause ônus para o poder público. “Em casa será um atendimento de cuidados hospitalares. Vamos estar votando um projeto que beneficiará diretamente a população da nossa cidade. Com melhor resultado de restabelecimento daqueles que precisam de internação. Já temos pessoas que já labutam nesse segmento, sabem o quanto é importante termos mais esse beneficio na área domiciliar”, colocou o Paulo Siufi.

Conforme a matéria, o programa “Home Care" consiste no atendimento domiciliar por equipe de profissionais da área médica, os quais prestarão atendimento na residência e à família do paciente, farão a avaliação de seu estado geral de saúde, realizarão os procedimentos indicados para a manutenção e evolução do tratamento, orientarão seus familiares sobre os cuidados necessários para o prosseguimento da internação e quando necessário ficarão presentes de plantão na residência do internado.

O Programa “Home Care”, é destinado àqueles pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), cuja enfermidade não exige toda a estrutura hospitalar para o seu tratamento, mas que o acompanhamento de profissionais da área de saúde. Segundo a proposição, o poder público, na execução do programa “Home Care”, poderá designar profissionais capacitados para o atendimento, bem como contratar empresas especializadas para prestação de serviço de forma terceirizada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos