Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Cardápios e hortas comunitárias ajudam a melhorar merenda

17 Set 2004 - 07h40
Brasília - O 1º Encontro Nacional de Experiências Inovadoras de Alimentação Escolar, promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC), traz a Brasília 33 projetos bem sucedidos de melhoria da merenda escolar. São iniciativas como a das hortas comunitárias e a de oferecer cardápio especial para alunos que têm restrição alimentar, como os diabéticos.

“O encontro tem um significado muito importante para nós porque estamos reunindo um conjunto de experiências para que o fundo, o Ministério da Educação, possam aprender com essas pessoas que estão no dia-a-dia da alimentação escolar”, afirmou o presidente do FNDE, Henrique Paim Fernandes.

Outro projeto é o desenvolvido, há sete anos, em Cajamar, município da Grande São Paulo, que busca garantir o controle de qualidade das refeições oferecidas nas escolas. Técnicos em nutrição acompanham a preparação e distribuição das merendas e medem a temperatura dos alimentos durante o processo.

A coordenadora do projeto, Jeanice Aguiar, disse que essa iniciativa previne os riscos de intoxicação alimentar. “Num relatório muito simples, de apenas uma página, nós avaliamos todo o processo de preparo, de higiene, de distribuição dos alimentos, de aceitação da merenda pelos alunos, de relacionamento das merendeiras, de condição da cozinha”, contou Jeanice. “O nosso objetivo é servir uma alimentação nutricionalmente equilibrada e sanitariamente segura”, acrescentou.

o projeto em Cajamar também promoveu uma redução nos custos de distribuição da merenda escolar ao adotar caixas de isopor ao invés de contratar caminhões refrigerados ou isotérmicos para transportar carne e outros produtos que precisam ficar sob refrigeração.

Segundo o responsável pela iniciativa, Carlos Augusto Moura, uma caixa de isopor custa cerca de R$ 35 e o frete de um caminhão custa R$ 80 mil. “Uma caixa de isopor pode ser usada pelo menos uns seis meses desde que se tome cuidado de usar um saco plástico para carregar os produtos para não sujar a caixa”, disse Moura.

O encontro sobre experiências na gestão da merenda escolar prossegue até amanhã (17) no Hotel Blue Tree Park.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS