Menu
SADER_FULL
domingo, 21 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Calendário proíbe nomeações e demissões a partir de hoje

3 Jul 2004 - 10h36
A partir de hoje, 03 de julho, os agentes públicos estão proibidos de nomear, contratar, remover, transferir ou exonerar servidor público. A proibição, prevista na Lei 9.504/97, consta do Calendário Eleitoral e exclui os casos de nomeação de funcionários aprovados em concursos públicos homologados até esta data ou nomeação/exoneração de cargos em comissão e designação ou dispensa de funções de confiança. Essa norma só tem aplicação na circunscrição do pleito. De acordo com o calendário, a partir deste sábado também está vedada a realização de transferência voluntária de recursos da União aos estados e municípios, e dos estados aos municípios, sob pena de nulidade de pleno direito, ressalvados os recursos destinados ao cumprimento de obrigação formal preexistente para execução de obra ou de serviço em andamento e com cronograma prefixado, e os destinados a atender situações de emergência ou de calamidade pública. No próximo sábado, 10 de julho, termina o prazo para a Justiça Eleitoral realizar o sorteio entre os partidos e coligações dos locais destinados pelas empresas de publicidade à propaganda eleitoral por meio de outdoors.
 
 
Corumbá Online 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos
ACIDENTE DE TRANSITO
Carros capotam após batida; criança de 5 anos ficou ferida
POLITICA
TSE abre investigação para apurar suposto crime eleitoral de Bolsonaro
FAMOSIDADES
Jair Bolsonaro teria causado a separação de Neymar e Bruna Marquezine
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Após suborno e tentativa de estupro, Remy se entrega a polícia para deixar Luzia livre
REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'