Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 15 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Caarapó pode exportar carne bovina para a Europa

26 Mar 2007 - 13h23

O Grupo Fribrasil anunciou na semana passada que está adequando a sua planta industrial do município de Caarapó para a exportação de carne bovina para a Europa. Uma ampla reforma está sendo executada na estrutura física da empresa, de acordo com os padrões internacionais. Depois de prontas, as instalações do frigorífico passarão dos atuais 5.561 m² de área construída para 8.758 m². A capacidade de abate diário saltará para 600 cabeças. Os investimentos passam de R$ 8 milhões.

 

De acordo com o gerente administrativo do grupo, Luís Antônio Ramalho, as obras deverão estar concluídas em um ano. Tempo que ele espera ser suficiente para a eliminação das restrições sanitárias impostas pelo mercado internacional em relação à carne de Mato Grosso do Sul por causa dos focos de aftosa recentemente registrados no Estado. “Temos confiança numa ação positiva do governo de Mato Grosso do Sul junto ao mercado europeu no sentido de eliminar essas barreiras”, declarou Ramalho. “A unidade de Caarapó será uma das mais modernas do Estado”, afirmou, acrescentando que o grupo deverá entrar nas tradings de exportação, garantindo a entrada da carne de Caarapó na Europa.

 

Ramalho destaca o apoio da administração municipal ao empreendimento. “O prefeito Mateus tem sido receptivo à nossas reivindicações e tem nos apoiado com ações concretas”, afirma. O gerente administrativo da indústria disse também que Mateus Palma de Farias tem sido um importante porta-voz da empresa junto aos órgãos do governo do Estado. “Esperamos o apoio do governo estadual em algumas ações, como a pavimentação asfáltica do acesso à empresa e do pátio da unidade”, esclarece.

 

O prefeito Mateus Palma de Farias (PR) comemora o fato de seu município estar se tornando um dos mais importantes pólos industriais do sul do Estado. Em menos de um ano, o município ganhou uma usina de açúcar e álcool e um complexo industrial de esmagamento de soja, produção de biodiesel e geração de energia elétrica. Agora, a readequação da unidade industrial do frigorífico. Juntas, as empresas vão gerar mais de dois mil empregos diretos. “Pode ser o início da solução do grave problema do desemprego que atinge o País, e, naturalmente, o nosso município”, declara o prefeito, segundo o qual a geração de empregos é uma das principais bandeiras da sua administração.   
 
 
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos