Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Brasil vacila, perde para Argentina e se complica

30 Ago 2007 - 08h15

O Brasil chegou a estar ganhando por 17 pontos, mas vacilou na segunda metade do jogo e foi derrotado pela Argentina, por 86 a 79, na prorrogação, pela segunda fase do Pré-Olímpico das Américas, que está sendo disputado em Las Vegas, nos Estados Unidos. Com o placar, a equipe comandada pelo técnico Lula Ferreira precisa vencer o Uruguai, nesta quinta-feira, às 20h, para garantir o terceiro lugar e disputar a semifinal no sábado.

Se tivesse vencido, o Brasil, que agora soma três triunfos e três derrotas, já teria garantido, no mínimo, a terceira colocação, escapando do primeiro colocado, provavelmente o time nacional dos Estados Unidos. A Argentina, com seis vitórias em seis partidas, disputará o primeiro lugar da etapa de classificação nesta quinta-feira, contra os donos da casa.

Os dois vencedores das partidas semifinais gararantem vaga em Pequim.

Nesta quarta-feira, o Brasil teve um grande primeiro tempo, impulsionado, principalmente, pela forte marcação e as cestas de três pontos.

Com bom aproveitamento nas cestas de três e oito pontos de Leandrinho, a Seleção conseguiu boa vantagem no primeiro quarto, vencido por 23 a 16.

No segundo período, o Brasil mostrou muita raça e manteve a ponta. A equipe venceu o quarto por 19 a 12 e levou liderança de 14 pontos para o intervalo: 42 a 28.

Na primeira bola no terceiro período, Leandrinho acertou bola de três e deu ao Brasil a maior vantagem do confronto: 17 pontos. A partir daí, no entanto, o time argentino, beneficiado pela piora da marcação brasileira e de muitos erros do adversário, comandou todas as ações. Ao final do terceiro período, a equipe brasileira estava apenas oito pontos na frente.

No quarto decisivo, o panorama da partida não mudou. A Argentina fez 8 a 0 chegou ao empate por 58 pontos. O Brasil reagiu e chegou a abrir seis pontos: 66 a 60 e 71 a 65.

A atual campeã olímpica, no entanto, voltou a ser melhor e teve a chance de virar com Luis Scola, com dois lances livres a pouco mais de um minuto para o final. O pivô, porém, desperdiçou um arremesso e o tempo normal acabou empatado por 71 a 71.

No tempo extra, a Argentina, motivada, não deu chances ao Brasil, que seguiu errando e perdeu por 86 a 79.

Individualmente, o melhor em quadra foi Luis Scola, que marcou 23 pontos e conseguiu 12 rebotes. Carlos Delfino, com 17 pontos e dez rebotes, e Paolo Quinteros, com 19 pontos e três rebotes, também se destacaram entre os vencedores.

No Brasil, o melhor foi Marcelinho Machado, que conseguiu 19 pontos, sete rebotes e deu sete assistências. Leandrinho, com 16 pontos, cinco assistências e um rebote, Valtinho, com 14 pontos, quatro rebotes e um passe decisivo, e Nenê, com dez pontos, duas assistências e doze rebotes, também tiveram bons desempenhos nos números.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes