MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 17 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
2 de Agosto de 2004 15h39

Brasil produzirá algodão transgênico antiinseto

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) deverá colocar em cinco anos no mercado a primeira variedade transgênica brasileira de algodão do país que terá uma enzima inseticida para combater o inseto bicudo. As lavouras algodoeiras de todo o país finalmente poderão ficar livres do pequeno inseto que, praticamente, destruiu a cultura do produto desde que a praga chegou ao Brasil, em 1983.

"É o primeiro experimento no combate ao bicudo no Brasil. Vai beneficiar todo o país e, principalmente, o Nordeste, região tecnologicamente menos favorecida", afirmou à Reuters o pesquisador da Embrapa, Paulo Augusto Vianna Barroso.

O 'pequeno besouro' se alimenta e coloca seus ovos em botões florais novos, elevando o percentual de queda de frutos.

"A pesquisa está baseada na identificação e isolamento de um gene que codifica para uma enzima com potencial inseticida", detalhou a pesquisadora Roseane Cavalcanti dos Santos.

A enzima ataca o colesterol das membranas intestinais do bicudo, interferindo no crescimento e levando-o à morte.

De acordo com ela, o gene inseticida será colocado em plantas de algodão, trazendo uma perspectiva positiva para o controle do inseto. "No momento, (o controle) é feito com aplicações massivas de inseticidas químicos, onerando o sistema de produção e poluindo o meio ambiente. Em termos econômicos, a redução com o uso de inseticidas será significativa considerando-se que dos cerca de 2,5 bilhões de dólares investidos em agrotóxicos em 2002, 28% foram destinados para compra de inseticidas", destacou a pesquisadora.

Segundo a Embrapa, o Brasil gasta atualmente cerca de US$ 900 milhões no controle de insetos do algodão.

 

RMT Online

Comentários
Veja Também
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
HERBALIFE_300
LÉO_GÁS_300
Últimas Notícias
  
HERBALIFE_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.