Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Brasil pega EUA na semifinal do vôlei masculino

25 Ago 2004 - 17h10
A Seleção Brasileira masculina de vôlei passou para a semifinal e vai enfrentar na sexta-feira os Estados Unidos. A vitória de hoje veio na forma de 3 sets a 0 em cima da Polônia. O jogo teve sets muito equilibrados e o Brasil sentiu a força do saque polonês, no início. Mas o volume de jogo brasileiro fez a diferença e o último set foi vencido com bastante tranqüilidade.

Na primeira fase, já garantido em primeiro lugar do grupo, o Brasil perdeu para os Estados Unidos. A derrota foi boa porque permitiu o cruzamento de Rússia e Sérvia e Montenegro, duas fortes equipes, nas quartas-de-final. Agora, pela outra semifinal, se enfrentam Rússia e Itália, que passou pela Argentina. A final do torneio de vôlei masculino ocorrerá no domingo, último dia da Olimpíada.

No primeiro set, se a Polônia tinha como arma o saque, os brasileiros também capricharam neste fundamento. Foram aces de André Nascimento e Gustavo. No entanto, a seleção não se acertava o bloqueio. Aos poucos, o passe começou a sair melhor para que o levantador Ricardinho usasse as bolas rápidas de meio-de-rede com Gustavo e André Heller. E, em um outro bom saque de André Nascimento, o Brasil virou em 14 a 13 e passou a comandar o placar até fechar em 25 a 22.

O segundo set começou muito equilibrado, mas a seleção estava à frente. As duas equipes estavam defendendo muito. Mas a diferença ficou por conta do bloqueio brasileiro que passou a funcionar melhor. Mesmo assim, o placar seguia apertado até que a Polônia conseguiu abrir dois pontos em 16 a 14, após um erro no ataque brasileiro.

O problema estava nos muitos saques forçados para fora. O set seguiu muito difícil e a reação brasileira só veio no final, com a entrada de Nalbert no saque, e, em um ponto de bloqueio, o time fechou em 27 a 25.

O último set foi mais fácil, apesar de ter começado parelho. A vantagem começou a se ampliar em 7 a 5 e a partir daí a se dilatar. A Polônia não conseguiu manter o mesmo ritmo de jogo e o Brasil aproveitou vários contra-ataques. Com um ótimo bloqueio duplo, a seleção abriu 13 a 7 e os jogadores brasileiros passaram a usar mais saques táticos, ao invés dos forçados. Nalbert entrou novamente no jogo, além de Anderson, Maurício e Rodrigão, e o time conseguiu manter a boa margem até fechar em 25 a 18.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS