Menu
SADER_FULL
quinta, 22 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Brasil pega EUA na semifinal do vôlei masculino

25 Ago 2004 - 17h10
A Seleção Brasileira masculina de vôlei passou para a semifinal e vai enfrentar na sexta-feira os Estados Unidos. A vitória de hoje veio na forma de 3 sets a 0 em cima da Polônia. O jogo teve sets muito equilibrados e o Brasil sentiu a força do saque polonês, no início. Mas o volume de jogo brasileiro fez a diferença e o último set foi vencido com bastante tranqüilidade.

Na primeira fase, já garantido em primeiro lugar do grupo, o Brasil perdeu para os Estados Unidos. A derrota foi boa porque permitiu o cruzamento de Rússia e Sérvia e Montenegro, duas fortes equipes, nas quartas-de-final. Agora, pela outra semifinal, se enfrentam Rússia e Itália, que passou pela Argentina. A final do torneio de vôlei masculino ocorrerá no domingo, último dia da Olimpíada.

No primeiro set, se a Polônia tinha como arma o saque, os brasileiros também capricharam neste fundamento. Foram aces de André Nascimento e Gustavo. No entanto, a seleção não se acertava o bloqueio. Aos poucos, o passe começou a sair melhor para que o levantador Ricardinho usasse as bolas rápidas de meio-de-rede com Gustavo e André Heller. E, em um outro bom saque de André Nascimento, o Brasil virou em 14 a 13 e passou a comandar o placar até fechar em 25 a 22.

O segundo set começou muito equilibrado, mas a seleção estava à frente. As duas equipes estavam defendendo muito. Mas a diferença ficou por conta do bloqueio brasileiro que passou a funcionar melhor. Mesmo assim, o placar seguia apertado até que a Polônia conseguiu abrir dois pontos em 16 a 14, após um erro no ataque brasileiro.

O problema estava nos muitos saques forçados para fora. O set seguiu muito difícil e a reação brasileira só veio no final, com a entrada de Nalbert no saque, e, em um ponto de bloqueio, o time fechou em 27 a 25.

O último set foi mais fácil, apesar de ter começado parelho. A vantagem começou a se ampliar em 7 a 5 e a partir daí a se dilatar. A Polônia não conseguiu manter o mesmo ritmo de jogo e o Brasil aproveitou vários contra-ataques. Com um ótimo bloqueio duplo, a seleção abriu 13 a 7 e os jogadores brasileiros passaram a usar mais saques táticos, ao invés dos forçados. Nalbert entrou novamente no jogo, além de Anderson, Maurício e Rodrigão, e o time conseguiu manter a boa margem até fechar em 25 a 18.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE
Menina de 7 anos é atacada por pitbull e morre na casa dos avós
CRIMINOSO FORAGIDO
Ataque com machadinha deixa alunos e professora feridos em escola
POLEMICA II
Após polêmica, deputado diz que não existe PL de poliamor ou casamento entre mães e filhos
CONFISSÃO
Filhos investigam e descobrem que pai matou a mãe há 37 anos
MAL SUBITO
Policial militar tem mal súbito e morre no mesmo dia que descobriu que seria pai
NOVELA GLOBAL
Régis oferece vender loja para dar dinheiro a Maria da Paz em 'A dona do pedaço'
POLÊMICA
Vale Tudo: projeto libera casamento entre mães e filhos e revolta MS
100 VERBAS
Emissão de CPF e restituição do IR podem ser suspensas pela Receita
100 PENA
'Não tem que ter pena', diz Jair Bolsonaro sobre uso de atirador de elite após sequestro de ônibus
ACIDENTE TRÁGICO
Morte de três profissionais em acidente comove a cidade