Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de outubro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Atlético-MG goleia Cruzeiro e Autuori pede demissão

30 Abr 2007 - 08h07

Após três anos, Atlético-MG e Cruzeiro voltaram a decidir o Campeonato Mineiro e, na primeira partida da final, no Mineirão, neste domingo, o time alvinegro conseguiu bater o rival por 4 a 0. Após a partida, o técnico Paulo Autuori pediu demissão da equipe celeste. Sua saída acontecerá após o jogo de volta da decisão.

Por ter feito melhor campanha na fase de classificação, o Cruzeiro veio com a vantagem de dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols nas duas partidas, mas o resultado negativo no primeiro jogo da decisão obrigou o time celeste a só pensar na vitória por quatro gols de diferença no próximo domingo.

Quem começou pressionando foi o Atlético-MG. Logo aos 4min Danilinho entrou pela esquerda, e em vez do cruzamento, bateu para o gol e obrigou Fábio a fazer grande defesa.

No entanto, o Cruzeiro conseguiu equilibrar a partida, mas quem assustou foi novamente o Atlético-MG, que aos 22min, em rápida cobrança de falta na área acertou a trave de Fábio e quase abriu o marcador.

O clube alvinegro assustava cada vez mais e após boa reposição de bola de Diego, Éder Luis escapou em velocidade, driblou Jonathan, passou pelo goleiro Fábio, mas chutou pra fora com o gol vazio.

A situação ficou ainda mais complicada para o Cruzeiro. Aos 36min, o zagueiro Gladstone, que já tinha cartão, puxou Danilinho na entrada da área, levou o segundo amarelo e acabou expulso.

O Cruzeiro ainda teve uma chance no primeiro tempo. Fellype Gabriel lançou Araújo na área, que chutou forte para firme defesa de Diego.

Para o segundo tempo as duas equipes voltaram com a mesma formação. No entanto, o Atlético-MG, com um jogador a mais, conseguiu abrir o placar logo no primeiro minuto da etapa final.

Danilinho caiu pela direita e cruzou na cabeça de Éder Luis, que só teve o trabalho de completar para o fundo das redes. Foi o quarto gol do jogador no Estadual.

A equipe do Cruzeiro sentiu bastante o gol e não conseguiu passar do meio-campo. Já o Atlético-MG continuava pressionando.

O atacante Galvão recebeu de Marcinho e chutou cruzado. A bola passou á esquerda do goleiro Fábio.

Mas aos 36min da etapa final, o time alvinegro conseguiu ampliar o marcador. Danilinho recebeu lançamento, a defesa do Cruzeiro parou no lance pedindo impedimento e o atacante deu um chapéu em Fábio e só tocou para marcar o segundo.

O Cruzeiro ainda teve mais um jogador expulso. Aos 41min da etapa final, Simões derrubou Danilinho na meia-lua e recebeu cartão vermelho direto.

O Atlético-MG teve tempo de marcar mais duas vezes. Marcinho entrou na área e foi derrubado pelo goleiro Fábio. Ele mesmo cobrou e marcou o terceiro.

Na saída de bola, o time do Cruzeiro estava desligado e Vanderlei avançou. O goleiro Fábio estava de costas e o atacante só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.

Logo após o quarto gol, o árbitro apitou o fim da partida. No segundo jogo, o Atlético-MG pode perder por até três gols de diferença que é campeão.

 

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
Mulher desaparecida foi encontrada enterrada com braço para fora em canavial
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violenta colisão entre caminhões mata os dois motoristas
ACIDENTE EM RIO
Barco com seis pessoas vira no Rio. Duas estão desaparecidas
TRISTEZA
Populares encontram corpo de criança desaparecida dentro de córrego
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Reforma da Previdência dos militares pode aumentar salários em até 75%
CENTENÁRIO
Aos 92 anos, Cid Moreira participa de festa pelo centenário de Orlando Drummond
POLEMICA
Sobrinho-neto do pastor Malafaia diz que família o mandou para cura gay: 'Um terror psicológico'
DOENÇA DO SÉCULO
Nego do Borel passa a limpo polêmicas em que se envolveu: Deus não me deixou entrar em depressão
MS FORTE
MS sobe duas posições no Ranking da Competitividade e é 2º em crescimento no cenário nacional
NOVELA GLOBAL
A Dona do Pedaço: Maria da Paz dá rasteira em Fabiana