Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Adulteração de combustíveis está na mira do MPE

16 Jun 2007 - 09h27

A qualidade dos combustíveis de Mato Grosso do Sul está na mira do MPE (Ministério Público Estadual) e ANP (Agência Nacional de Combustíveis). Em reunião na tarde desta sexta-feira, dia 15, representantes da agência e do MPE discutiram junto ao setor como está a situação no Estado.

Conforme o chefe regional de fiscalização da ANP, Severino Ferreira, o Estado está em boas condições em relação ao restando do País considerando que o último registro de adulteração foi em abril de 2006 e o estoque era antigo.

Ferreira explicou que, diferente de ocorrências como São Paulo, onde a fiscalização é burlada, Mato Grosso do Sul tem uma situação tranqüila. Hoje o Estado conta com uma unidade de fiscalização constante na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Para o diretor técnico do Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes de Mato Grosso do Sul), Flávio Salomão Cândia, a instabilidade do mercado e as dimensões do Estado contribuem para a fuga da adulteração. Ele acredita que hoje, o principal problema do setor é a falta de qualificação dos trabalhadores.

 

 

Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física