Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 15 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
FÁTIMA DO SUL

Acusado de matar homem a pauladas esta sendo julgado em Fátima do Sul

21 Set 2010 - 09h44Por Washington Lima / Fátima News

Está sendo julgado hoje pelo Tribunal Popular do Júri da Comarca de Fátima do Sul, Hemerson Anastácio, acusado de homicídio doloso, ocorrido na cidade de Fátima do Sul.

 

 

Hemerson Anastácio, o julgamento é baseado como incurso no artigo 121, § 2.º, III e IV, do Código Penal, onde o mesmo no dia 05 de março de 2006, por volta das 04 horas da manhã, em residência localizada à Rua Xavante, n.º 1217, Bairro Centro Educacional, em Fátima do Sul, MS, agindo com intenção de matar e utilizando-se de um balaústre, teria desferido golpes na cabeça de Reginaldo Marques da Silva, causando-lhe lesões, das quais teria decorrido a sua morte.

 


O réu Hemerson Anastácio é acusado de praticar o homicídio com emprego de meio cruel, consistente no uso de balaústre com pregos fincados na extremidade, e à traição, facilitada pela amizade entre réu e vítima.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal