Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

A cada ano, 320 mil carros são roubado ou furtado no Brasil

26 Jul 2004 - 12h52
 

Pelo menos 320 mil carros são roubados ou furtados no Brasil todo ano, segundo Horácio Catapreta, diretor de Projetos e Serviços da Fenaseg (Federação Nacional das Empresas de Seguros) pela instalação das câmeras de vigilância. Do total levado pelos criminosos, 120 mil são veículos segurados, o que acarreta no pagamento de R$ 2,7 bilhões para a cobertura dos seguros.

“Os R$ 2,7 bilhões representam 48% dos custos para reposição de veículos”, assegurou. Toda a tecnologia a ser utilizada será fornecida por meio do chamado “Projeto Fronteiras”, idealizado pela Fenaseg e pelas seguradoras, para concretizar a iniciativa firmada em convênio pela entidade e o Ministério da Justiça.

As câmeras serão posicionadas em locais estratégicos nas estradas, em 50 pontos de monitoramento a serem montados nas cinco regiões do país. Sendo a instalação de 25 numa primeira etapa (existem seis já montados) e a complementação do restante de forma gradativa até 2005. Os locais são mantidos em sigilo.

O investimento já feito pelas seguradoras no “Projeto Fronteiras” é da ordem de R$ 1,5 milhão. A federação espera que, a partir do momento em que estes equipamentos sejam instalados nas áreas de fronteira, comece a ser observado impacto significativo na redução de carros roubados, já que muitos destes veículos são encaminhados para fora do país.


 
 
Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'