Menu
SADER_FULL
quinta, 3 de dezembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Campanha vai até 9/5

Ministério da Saúde promove hoje dia "D" de vacinação contra gripe

26 Abr 2014 - 07h15

Mais de 65 mil postos de vacinação estarão abertos neste sábado (26), em todo país, no Dia "D" de mobilização contra a gripe. Realizada pelo Ministério da Saúde, em parceria com as secretarias estaduais e municipais, o Dia "D" tem como objetivo reforçar a importância da vacinação para o público prioritário no Sistema Único de Saúde (SUS).

Neste ano, 49,6 milhões de pessoas integram o grupo prioritário. Durante a campanha, que se estende até o dia 9 de maio, serão vacinadas crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 80% de cada grupo prioritário, com exceção dos doentes crônicos. 

Para realizar a mobilização, o Ministério da Saúde disponibilizou às secretarias estaduais de saúde 53,5 milhões de doses da vacina, que protege contra os três subtipos do vírus da gripe recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). A campanha conta com a participação de cerca de 240 mil pessoas e utilização de mais de 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

A campanha de vacinação é realizada no período que antecede o inverno porque a criação de anticorpos ocorre entre duas e três semanas após a aplicação da dose. O período de maior circulação da gripe é de final de maio a agosto.  As pessoas com doenças crônicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados, sem a necessidade de prescrição médica.

Ampliar

Conheça doenças que podem se tornar mais frequentes durante a Copa 11 fotos

6 / 11
GRIPE: o pico de casos de gripe no Brasil ocorre em maio e junho, época da realização do evento. E são várias cepas de vírus diferentes que irão circular. "O público alvo da vacinação feita pelo governo não é o que irá prevalecer na Copa, que é o público formado por jovens", diz o infectologista Jessé Reis Alves, responsável pelo Check-up do Viajante do Fleury Medicina e Saúde. Por isso, ele recomenda que as pessoas invistam na vacina, procurando atendimento particular ou discutindo o assunto na empresa onde trabalham. E completa: "É interessante que, duas semanas antes da viagem, o torcedor tome a vacina trivalente, que imuniza não só contra a gripe sazonal ou comum, mas também contra a gripe A, causada pelo vírus influenza H1N1" Getty Images

Segurança

A vacina é ofertada a grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias, conforme recomendação da OMS. Ela é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Estudos demonstram que a vacinação contribui para a redução de até 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, reações leves e passageiras, como dor no local da injeção, vermelhidão e endurecimento da pele. A vacina é contraindicada apenas para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

Ampliar

Conheça alguns mitos e verdades sobre a gripe26 fotos

26 / 26
Vale a pena tomar chá para ajudar na cura da gripe. PARCIALMENTE VERDADE: embora não existam estudos científicos que comprovem a eficácia de chás no combate à gripe, sabe-se que alguns tipos aliviam os sintomas como chás de hortelã, menta, alho, mel e limão, por exemplo. "A menta tem poder expectorante, o alho e o mel estimulam o sistema imunológico", diz Angela Beatriz Lana. "O chá quente provoca uma vasodilatação local que minimiza a sensação de desconforto, melhora o aporte de oxigênio e nutrientes necessários para o corpo reagir e permite a reposição de células. Além disso, fluidifica as secreções, auxiliando sua eliminação e atenuando a congestão", conclui o clínico geral e coordenador do SalomãoZoppi Diagnósticos, Eduardo Finger Leia mais Letícia Moreira/Folhapress

Prevenção

A vacinação contra gripe é uma importante ação de prevenção da gripe, mas não dispensa medidas básicas de proteção. São cuidados simples, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.

A transmissão da gripe acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

Em caso de síndrome gripal (febre acompanhada de sintomas respiratórios como tosse e dor na garganta), deve-se procurar um serviço de saúde o mais rápido possível, especialmente se a pessoa integra um dos grupos de maior vulnerabilidade para complicações, mesmo que tenha tomado a vacina.

Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento ou complicação de um quadro de gripe pode ser identificado por falta de ar, febre que dura mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - CORONAVÍRUS
Após funcionária testar positivo para o coronavírus, Gazin fecha pela 2ª vez em Fátima do Sul
ALERTA VERMELHO
Naviraí entra na pior faixa de risco para Covid-19
VACINA COVID 19
Brasil recebe 1 milhão de doses da vacina contra Covid-19
MS - 1.804 MORTES
Com 1,1 mil confirmados em 24h, MS tem 102,2 mil casos e 1,8 mil mortes por coronavírus
CORONAVÍRUS EM MS
Prosseguir: Governo volta a registrar municípios em grau de risco extremo
f14b7ef8 0f4a 4835 aa6c 0095b61b9d25 FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
Culturama registra mais 07 casos em dia de 22 positivos de coronavírus em todo município
PANDEMIA AVANÇA
Brasil segue com média móvel de mortes por Covid acima de 500; total de óbitos passa de 174,5 mil
COVID-19 NO EUA
EUA registra pela 1ª vez 3 mil mortos por Covid-19 em 24 horas
Casal Roberto e Magally foi infectado pelo coronavírus - Crédito: Foto: Arquivo Pessoal/Patrícia Küne JUNTOS PARA SEMPRE
Casados há 57 anos, idosos morrem de covid-19 no mesmo dia
COPA DE 94
'Bebê do Tetra', na Copa de 94, filho do jogador Bebeto é pai pela primeira vez