Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 12 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
ECONOMIA DO MS

Governo cria comitê para avaliar retomada da economia em MS após pandemia

Grupo vai discutir estratégias como redução de burocracia, assim como projetos de desenvolvimento ao Estado

1 Jun 2020 - 10h13Por Campo Grande News
O governo estadual criou comitê para avaliar a retomada da economia e das atividades após a crise e pandemia do coronavírus, em Mato Grosso do Sul. A intenção é que este grupo possa planejar as estratégias para o crescimento do Estado, em relação a redução da burocracia, novos projetos e obras públicas.
 
O grupo vai realizar reuniões e discussões até que a economia do Estado esteja estabilizada e possa haver o desenvolvimento financeiro. Entre as ações estão medidas legislativas para retomada das atividades, que foram afetadas durante a pandemia.
 
Esta articulação também vai ocorrer com os municípios, empresas públicas e privadas, assim como entidades sem fins lucrativos, para que haja propostas coordenadas com a sociedade civil. A intenção é que haja propostas na área de infraestruura, obras públicas, parcerias com o setor privado, para reduzir os impactos econômicos em cada região do Estado.
 
Também caberá ao comitê propor medidas para reduzir a burocracia, em relação a procedimentos administrativos, por meio da tecnologia e simplificação das atividades, que possam inclusive dar maus eficiência ao gasto público.
 
Cuidados – Além e monitorar a evolução financeira, o grupo de trabalho vai avaliar as questões de segurança sanitária, em função da pandemia que ocorreu no Estado, em relação as medidas de prevenção que devem ser adotadas nesta retomada.
 
O comitê terá sete membros titulares e sete suplentes, com representantes da Segov (Secretaria Estadual de Governo), assim como de outras pastas, como saúde, segurança, finanças, desenvolvimento econômico, administração, assim como PGE (Procuradoria-Geral do Estado) e CGE (Controladoria Geral do Estado).
 
O grupo vai montar um calendário de reuniões, podendo convidar para estas discussões representantes de outros órgãos, para troca de informações. A participação dos membros não será remunerada. O decreto com as regras foi publicado hoje (01), no Diário Oficial do Estado.
 
Arrecadação – Devido a pandemia do coronavírus, o governo estadual registrou queda de R$ 265 milhões em suas receitas. De março para abril a diminuição atingiu 22,3%, saindo de R$ 1.185.494.838,31 para R$ 920.496.959,20 em abril. O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), principal tributo do Estado, representou 49% desta redução de receita.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS - 161 MORTES
Mato Grosso do Sul chega a 161 mortes e mais de 13 mil pacientes com coronavírus
CONDOLÊNCIAS NAS REDE SOCIAIS
Amigos usam as redes sociais no Adeus ao Chiquinho da conveniência, morto na BR-376 em Vicentina
PANDEMIA CORONAVIRUS
Filho de ex-jogador famoso vende geleias e não vê o pai há nove anos
EUA - 135 MIL MORTES
EUA batem recorde e registram mais de 64 mil novos casos em 24 horas
MS - 153 MORTES
Coronavírus: MS tem 708 novos casos, 7 óbitos e total de infectados se aproxima de 13 mil
CONFINAMENTO
Coronavírus: um mês após alertarem para caos, pesquisadores propõem lockdown em Dourados
AVANÇO DA PANDEMIA
Mais 903 casos e 33 mortes por coronavírus foram registrados em 24h em MT
BRASIL - 71.515 MORTES
Brasil tem 1.842.127 casos de Covid-19, aponta consórcio de veículos da imprensa em boletim das 8h
MAIS UM
Vírus com potencial pandêmico é detectado pela Fiocruz no Paraná
COMBATE AO CORONAVÍRUS
Frigorífico interrompe atividades por 7 dias para frear surto de coronavírus em MS