Menu
SADER_FULL
quarta, 5 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Operação Ouro Preto

Presa quadrilha que levava 100 quilos de cocaína por mês de MS para Minas Gerais

As investigações apontaram que a quadrilha atuava no tráfico há aproximadamente quatro anos

7 Nov 2013 - 16h47Por Correio do Estado

Nove pessoas foram presas em Campo Grande (MS), Dourados (MS) e Belo Horizonte (MG), durante uma “Operação Ouro Preto”, realizada pela Polícia Civil de Minas Gerais, em conjunto com a Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (DECO) e a Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (DEFRON), ambas de Mato Grosso do Sul. Vários mandados de busca e apreensão foram cumpridos durante a ação que teve início em 24 de outubro.

As investigações apontaram que a quadrilha atuava no tráfico há aproximadamente quatro anos. Por semana, eram transportados de 20 a 25 quilos de pasta base de cocaína do Mato Grosso do Sul até Belo Horizonte, em Minas Gerais. A droga também era distribuída para a cidade mineira de Ouro Preto, onde moram alguns dos presos.


Foto: Divulgação

Foram interceptados 47 quilos de pasta-base de cocaína, em duas investidas. De acordo com a polícia a droga, depois de desdobrada, poderia chegar a quase 200 quilos. Também foram apreendidos veículos, computadores e dinheiro. Seis integrantes do grupo foram presos em Belo Horizonte (MG) e 3 em Campo Grande e Dourados (MS).

Na capital mineira foram presos Paulo Henrique de Castro Gomes, Moisés Aparecido Gonçalves, Edmar Luiz Maris Pinto, Samuel Junio Tomé, Reginaldo Washington Adriano, todos naturais de Minas Gerais, onde também foi preso o sul-mato-grossense Antônio Araújo Correa. Um dos líderes do grupo em Belo Horizonte, Sonny Clay Dutra, teve sua prisão preventiva decretada pela Justiça Mineira e encontra-se foragido.

No Mato Grosso do Sul, em parceria com as delegacias de Campo Grande (DECO) e Dourados (DEFRON), a Polícia Civil de Minas foram presos Anderson de Almeida Lopes, 31 anos, vulgo “Andrinho”, Márcio Antônio Franken, 35 anos e Élder de Oliveira Santos, 29 anos.

Os presos e drogas apreendidas foram apresentados na segunda-feira (04), na sede do Departamento de Investigações Antidrogas da Polícia Civil de Minas Gerais, em Belo Horizonte, com exceção de Anderson Lopes que esta custodiado em Campo Grande, já que possuía em aberto outros mandados de prisão, expedidos pela justiça de Mato Grosso do Sul.

Os indiciados responderão pelos crimes de tráfico de drogas, com pena que varia de 5 a 15 anos de reclusão e associação para o tráfico com pena de 3 a 10 anos, com aumento de 1/6 a 2/3 por se tratar de tráfico interestadual. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
TRAGEDIA NA RODOVIA
Familia se despede de parentes mortos em acidente na BR-277
NA CASA DELE
Tio estupra criança de 4 anos e dá chocolate para ela não contar
FATIMA DO SUL - ROUBO
Polícia Militar recupera veículo Fiat Palio furtado e autor de furto é preso em Fátima do Sul
FORA DO HABITAT
Garotos tentam comprar ‘ração’ para jacarezinho, mas abandonam ‘pet’ selvagem em MS
ACIDENTE FATAL
Acidente deixa 9 feridos; 3 crianças estão entre as vítimas em MS
VIOLENCIA DOMESTICA
Esposa se nega a manter relações sexuais e acaba espancada e mantida em cárcere por 6 dias em MS
ACIDENTE TRÁGICO
Vitimas do acidente na BR 177 são identificadas: 3 são da mesma familia
ASSASSINATO
Mulher é encontrada morta e sem roupa; ex-marido é procurado
CORRUPÇÃO NA SAUDE
MP aponta 'vergonhosa fraude' e aciona prefeito a devolver R$ 4,136 milhões