Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 1 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
ABSURDO

Mãe ameaça matar filha de 10 anos a pauladas após acusar padrasto de estupro

Na frente dos policiais, mulher disse que iria se matar na frente dos filhos, mas antes, ia matar a sua filha a pauladas

15 Dez 2020 - 11h37Por Reporter MT

Uma mulher de 37 anos ameaçou matar a filha,10 anos, a pauladas após a criança contar que estava sendo estuprada pelo padrasto, em Tangará da Serra (239 km de Cuiabá), na noite dessa segunda-feira (14).

A vítima foi resgatada pelo Conselho Tutelar e os acusados encaminhados para a delegacia de Polícia Civil.

O boletim de ocorre narra que a Polícia Militar foi até o local, após ter sido acionada pela mãe da menina.

Ao chegar ao endereço, os militares encontram a mulher bêbada. Ela contou aos policiais que seu marido estava abusando sexualmente de sua filha há algum tempo e teria visto a filha com a vagina machucada.

Os policiais conduziram o homem, a mulher e a criança para a delegacia, em viaturas separadas. No local, a mãe disse que deixava os filhos menores sozinhos em casa toda noite e saía para trabalhar.

A mulher afirmou que na tarde de segunda-feira ela ingeriu bebida alcoólica na presença para se matar na frente dos filhos, mas antes, ia matar a menina a pauladas, assim que saísse da delegacia.

Os policiais deram ordem para a mulher parar de ameaçar sua filha, mas ela já estava bastante alterada e continuou. Os policiais então prenderam a acusada e acionaram o Conselho Tutelar para acompanhar a criança.

A mãe da menina disse que foi vítima de agressões do homem, porém, voltou com ele há aproximadamente 2 meses, e hoje a filha confessou os abusos, após ela perguntar o motivo da vagina estarem bastante inchadas e coçando.

Uma conselheira conversou com a criança, que contou que quase todos os dias o homem chegava em casa e a trancava em um quarto, contra a sua vontade tirava sua roupa, fazia sexo oral e esfregava suas genitais nas partes íntimas da menina.

Ela disse ainda que sempre que alguém tentava abrir a porta, o homem mandava a menina ficar quieta e a agredia.

Para a conselheira tutelar, a criança afirmou várias vezes que queria se matar.

O homem foi preso em flagrante por estupro de vulnerável, e a mãe por abandono de incapaz. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TORTURA
Mãe raspa cabelo e sobrancelha do filho, filma agressão e acaba presa
Veículo pegou fogo com a colisão - Crédito: Osvaldo Duarte/ Dourados News ACIDENTE NAS ESTRADAS
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã, homem ficou preso as ferragens
Rave com mais de 500 pessoas é encerrada pela Guarda Civil de Campo Grande  Foto: GCM/Divulgação FESTA NA PANDEMIA
Rave clandestina com mais de 500 pessoas é encerrada pela Guarda
PLANTÃO FÁTIMA NEWS DEU RUIM
DEU RUIM: Adolescente tenta assaltar PM de folga e morre em MS
CARCERE PRIVADO
Homem é preso por cárcere privado e violência doméstica após mulher pedir socorro com foto nas redes
MUNDO DO CRIME
Após morrer de Covid-19 no mesmo dia, casal tem oficina invadida e furtada
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Jovem desaparece com namorado e família faz buscas em Aquidauana
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Idoso invade barraco e abusa de criança de 11 anos em Maracaju
ABUSO SEXUAL
Esposa de pastor sabia de abusos sexuais contra fiel no Macaúbas; igreja é fechada em MS
TENTATIVA DE LATROCINIO
Major aposentado do Exército é baleado por assaltantes em Campo Grande