Menu
SADER_FULL
terça, 29 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
AMEAÇAS DE MORTE

Empresário agride segurança e tenta invadir casa do prefeito

Empresário já ameaçou Vereador Toninho de Souza e família apresentou laudo psiquiátrico

10 Ago 2020 - 10h22Por Repórter MT

Um homem, identificado como Gustavo Lima Franco, foi detido na noite deste sábado (08) após agredir um segurança da Prefeitura que o atendeu. Ele ainda tentou invadir a casa do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) e fez ameaças ao prefeito. 

O detido estaria de posse de um machado e dsse que daria um "presente” para Emanuel.

Franco é acusado de ameaçar de morte o vereador Toninho de Souza (PSD).  Ele é  investigado pela Polícia Civil.

O empresário Gustavo Lima Franco, de 28 anos, que agrediu um servidor da Prefeitura de Cuiabá e ameaçou com uma machadinha o prefeito Emanuel Pinheiro, já havia ameaçado o vereador Toninho de Souza (PSDB) nas redes sociais.

Ao , o parlamentar contou que Gustavo escreveu no perfil do facebook, em um comentário, que Toninho poderia morrer a qualquer momento em uma manifestação. A ameaça foi feita pela rede social da esposa do vereador.

“Disse na rede social da minha esposa que eu poderia morrer em qualquer manifestação. Poderia alguém reagir e me matar”, conta o vereador.

Segundo Toninho, o episódio aconteceu na véspera da votação da cassação do vereador Abílio Júnior (Podemos), que ocorreu em março deste ano.

Munido dos prints das ameaças feitas por Gustavo Lima, Toninho registrou um boletim de ocorrência e representou contra o empresário. Dias depois, o delegado informou ao parlamentar que o caso não iria prosseguir, já que foi apresentado um atestado psiquiátrico de que Lima tem problemas psicológicos.

Questionado se voltou a ser incomodado, o parlamentar disse que não, mas que recebe diversas ameaças dos movimentos radicais.

Episódios de Violência

Após ser preso por agredir um servidor da prefeitura de Cuiabá e ameaçar matar o prefeito, ele foi levado para Cadeia Pública de Várzea Grande, conhecida como Capão Grande, onde tentou agredir policiais penais e levou tiros de bala de borracha, no domingo (9).

O funcionário contou que Gustavo Lima estava extremamente nervoso e queria “pegar” o prefeito Emanuel Pinheiro.

O louco da machadinha foi solto, ainda no domingo, por uma decisão judicial. 

Veja depoimento do segurança:

Deixe seu Comentário

Leia Também

Arma apreendida e as munições - Foto: Divulgação AQUI TEM BALA NA AGULHA
BALA NA AGULHA: Mulher é presa com espingarda calibre 32, mais 47 munições intactas e 50 munições 38
Os bombeiros faziam o combate às queimadas, quando os ribeirinhos pediram socorro AFOGAMENTO
Criança de 2 anos desaparece nas águas do rio Paraguai
MAL SUBITO
Corpo de homem é encontrado dentro de lagoa no Travessão do Castelo em Dourados
SOB INVESTIGAÇÃO
Marido encontra mulher morta dentro de poço em MS
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Governo investe R$ 5,4 milhões em munições para a Polícia Civil e Militar
ACIDENTE FATAL
Colisão entre caminhão e carreta mata uma pessoa na BR-262
Giba morreu no local do acidente - Foto: Douradosnews/Osvaldinho Duarte DEODÁPOLIS - FATAL
Homem morre após acidente envolvendo moto e camionete em Deodápolis
Fernando Pereira da Silva, 21 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (25) ACIDENTE FATAL
Rapaz morre após bater moto em carro em MS
Eles estavam revoltados com um atropelamento que causou três mortes na região REVOLTA
Moradores se revoltam com atropelamento e incendeiam delegacia na fronteira
GLÓRIA DE DOURADOS - A ESCLARECER
Comerciante surtou no domingo e família pediu ajuda para 'internar ou prender' em Glória de Dourados