Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 25 de maio de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
VACINA NO MS - CORONAVÍRUS

MS atinge 91% de vacinados acima de 18 anos e Riedel garante testes à população

19 Jan 2022 - 15h37Por Alexsandro Nogueira, Comitê Prosseguir

Durante a live semanal do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia), o presidente do comitê, Eduardo Riedel (secretário estadual de infraestrutura), e a secretária adjunta da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Christine Maymone, reforçaram a necessidade de vacinação da população, de testagem de casos suspeitos e revelaram que Mato Grosso do Sul já superou 90% de imunizados com pelo menos duas doses ou dose única, no público-alvo acima de 18 anos.

“O Estado atingiu marca de vacinação de 91,7% de 18 anos acima, completamente imunizados, e isso é importante para que a gente não tenha ocupação de maneira tão agressiva nos leitos hospitalares”, frisou Riedel.

O presidente do Prosseguir também destacou que o aumento da testagem da população é fundamental não apenas para garantir tranquilidade à sociedade, como para orientar tomada de decisão do poder público.

“Além de manter a capacidade hospitalar em todo o Estado, o governo trabalha para que não falte testes aos municípios, para que gente possa entregar para população conhecimento que ela precisa ter para se comportar de maneira a não propagar o vírus”, destacou Eduardo Riedel.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela SES, a média móvel de casos saltou de 114,1 no dia 3 de janeiro para 131,1 nesta quarta-feira (19), enquanto a média de mortes subiu de 1,1 para 3,1 no mesmo período.

Diante deste cenário, a secretária ajunta da SES chamou a atenção para necessidade de aumento de testagem da população, e voltou a orientar a população a se vacinar contra a Covid-19. “A vacina protege contra casos graves e óbitos e, principalmente, contra hospitalizações. É preciso se vacinar”, disse Christine.

Medidas

Apesar do aumento no número de casos confirmados de Covid, o secretário Eduardo Riedel afirmou que o governo por ora não irá adotar nenhuma medida restritiva, e argumentou que na macrorregião de Campo Grande, por exemplo, a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 60%, sendo 13% de casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 e 47% de não Covid.

“Temos mantido nossa capacidade de atendimento à saúde. Vamos continuar monitorando e conversando com a sociedade. Pedimos muito, quem não se vacinou, vacine-se. Qualquer sintoma de gripe os testes estão à disposição. Proteja-se e proteja os outros. Evite ser um vetor de contaminação, e assim vamos passar com menos prejuízo para sociedade como um todo”, finalizou Eduardo Riedel.

 

 

Leia Também

COBERTORES PARA CAMPO GRANDE
Governo do Estado entrega mais de 14 mil cobertores para Campo Grande que promete entrega imediata
FRIO INTENSO NOVA FRENTE FRIA
Frio tá só começando, nova frente fria está prevista para semana que vem, veja a previsão
ONÇAS DO PANTANAL ENVENENADAS
Onças mortas no Pantanal foram envenenadas com agrotóxico proibido no Brasil
FOTO: ARQUIVO FAMILIAR FÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul se despede de Adalgisa Kintschev, família informa horário do velório
MAUS TRATOS EM ASILO
Polícia investiga supostos maus-tratos em asilo de MS com idosos presos a cadeiras de rodas
COVID-19 NO MS VOLTOU A SUBIR
Casos de covid voltam a subir, mas procura por doses de reforço da vacina cai 63% em MS
LIÇÕES DA BIBLIA
O enganador enganado
AQUEÇA UMA VIDA
Jateí e 35 municípios do MS vão receber cobertores doados pelo Governo Reinaldo Azambuja
COVID 19 FIM DE EMERGÊNCIA
Covid-19: Mato Grosso do Sul decreta fim da Emergência de Saúde Pública
BOLETIM CORONAVÍRUS FÁTIMA DO SUL - BOLETIM COVID-19
Casos de Covid disparam e semana fecha com números preocupantes em Fátima do Sul