Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
VITIMA DA COVID 19

Covid-19 não deixou Wesley ver a filha nascer, mas Dia dos Pais será de muito amor e carinho

Após a quarentena, o fotógrafo conseguiu pegar a filha no colo pela primeira vez

9 Ago 2020 - 10h51Por Topmidia news

Após meses de turbulência e não ter a oportunidade de ver o rostinho da filha durante o nascimento, o primeiro Dia dos Pais do fotógrafo Wesley Ortiz promete ser de muito amor e totalmente dedicado à pequena Isabelly Vitória.

Em dezembro de 2019, ele recebeu a notícia de que a filha estava a caminho, mas a pandemia do novo coronavírus não deixou o pai ser o primeiro a pegar Isabelly nos braços.

“Tomei conhecimento que o parto seria antecipado, porque minha namorada estava com hipertensão gestacional, no mesmo dia que recebi o teste positivo para covid-19. Logo veio a preocupação dela estar contaminada. Nos meus primeiros sintomas, achei que era gripe normal. Não tinha certeza de que estava infectado. Veio o teste positivo e ficamos preocupados. Quando chegamos no hospital, pensamos que se ela também tivesse, mas graças a Deus ela fez três testes e não estava infectada. A médica orientou que eu teria que permanecer longe”, diz o pai de primeira viagem.

Isabelly chegaria ao mundo na segunda quinzena do mês de agosto, mas nasceu no dia 19 de julho. “Minha namorada não teve acompanhamento, ela ficou sozinha durante o parto, mas graças a Deus a médica autorizou minha sogra acompanhá-la depois e ficou três dias com a mãe".

"Graças à tecnologia, eu recebia várias fotos da minha filha, mas nada é igual a ter ela nos braços. Pelas fotos, eu achava ela grande e, quando eu finalmente consegui ver ela, depois da quarentena, vi que ela é miudinha, linda. O nariz puxou o meu, isso eu já via em fotos. Eu estava muito ansioso para pegar ela no colo, sentir o cheirinho dela, fazer carinho”, relata o pai orgulhoso. 

Durante a pandemia, o casal teve a ideia de realizar uma rifa, para contar com a ajuda de amigos, já que não ia conseguir realizar o chá de bebê.

“Por essa questão da pandemia, teve redução de salário, a vida financeira apertou muito. Muitos amigos ajudaram na rifa, conseguimos comprar bastante fralda, agradeço de coração a todos que colaboraram, aos familiares da minha namorada, aos meus familiares, amigos, todos que contribuíram. Dia 9 de agosto, eu, graças a Deus, vou estar perto da minha filha”, conta o pai.

Wesley e Adriany Stéfani Ferreira Barbosa, 21 anos - Foto: Arquivo Pessoal

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA MÚSICA
Produtor musical Arnaldo Saccomani morre aos 71 anos
VITIMAS DA COVID 19
Médico de MT morre com covid três dias após perder a mãe para a doença
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Jovem de MT morre na Espanha e família pede ajuda para trazer corpo
LUTO NA MEDICINA
Médico campo-grandense que trabalhava em Rondônia morre vítima de coronavírus
VITIMA DA COVID 19
Fátima do Sul registra a 8ª morte por Covid 19
VITIMA DA COVID 19
Presidente da igreja El Shaddai, pastor morre vítima do coronavírus
SAUDE DE LUTO
Covid levou Gilson aos 40, 6ª morte de profissional de enfermagem
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Acidente mata pai e filho de 3 anos; 3 mulheres estão em estado grave
100 VELÓRIO
Família proibida de velar idosa descobre que causa da morte não foi covid em Campo Grande
ANIMAL NA PISTA
Jovem morre após colisão entre motocicleta e cavalo solto em rodovia de MS