Menu
SADER_FULL
quinta, 30 de junho de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
COSTUREIRO SOB MEDIDA

Costura sob medida leva chance de trabalho digno a homens e mulheres em presídios de MS

29 Abr 2022 - 07h54Por Portal do MS

Entre fitas métricas e máquinas de costura, reeducandas do Estabelecimento Penal Feminino de Rio Brilhante (EPFRB) tiveram a oportunidade de se capacitar para o mercado de trabalho e conquistar uma profissão digna, quando deixarem a prisão.

Intitulada "costureiro sob medida", a qualificação foi oferecida pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), por meio do Programa de Capacitação Profissional e Implementação de Oficinas Permanentes (Procap). Ao todo, 15 internas concluíram o curso após 160 horas/aula, entre teoria e prática, abordando diferentes técnicas de costura, desde o corte ao acabamento.

“Isso contribui significativamente com a ressocialização, uma vez que ao qualificar as custodiadas, oportuniza que sejam inseridas no mercado formal de trabalho ou que abram o próprio negócio ao retornarem ao convívio com a sociedade”, destaca a diretora do EPFRB, Lígia Maria Asato, reforçando que uma nova capacitação na área está programada para o mês de maio.

O curso de corte e costura na unidade feminina é uma das qualificações profissionais que vêm sendo realizadas para homens e mulheres em presídios de Mato Grosso do Sul, principalmente em áreas com alta demanda profissional.

No caso do corte e costura, são cerca de 200 vagas oferecidas, em presídios de Bataguassu, Naviraí, Cassilândia, Coxim e Dourados, além de Rio Brilhante. Durante as aulas, nas oficinas das unidades envolvidas os alunos também atuam na confecção de uniformes para os próprios internos e internas.

No Estabelecimento Penal de Bataguassu (EPB), por exemplo, onde o curso oferecido pelo Procap ainda está andamento, 18 reeducandos participam das aulas ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Para o diretor do EPB, Luiz Fernando da Silva Jesus, o sistema prisional tem o compromisso de garantir acesso à educação à pessoa presa, o que inclui os cursos profissionalizantes. “Desta forma, oportunizamos o curso de corte e costura com o objetivo de proporcionar condições de inserção igualitária no mercado”, argumenta.

O diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, também defende que a qualificação profissional é essencial para que os custodiados sejam reintegrados à sociedade. "E com a ressocialização, conseguimos reduzir os índices de reincidência criminal”, pontua.

Formatura

Na última terça-feira (26.4), foi realizada a solenidade de encerramento do Curso de Corte e Costura promovido a reeducandas do EPFRB, com a certificação das concluintes pelo Senai.

Leia Também

VISITANTE ILUSTRE
MS recebe visita do presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação, nesta quinta-feira
ESTAGIO SUPERVISIONADO
Governo lança segunda etapa do programa Estágio Supervisionado e Capacitação Técnica do MS
BASQUETEBOL E FUTSAL
Copa dos Campeões de basquetebol e futsal de 15 a 17 anos começa nesta quarta-feira em Coxim
AÇÕES EDUCATIVAS
Depen destaca ações educativas em presídios de MS
ENSINO MÉDIO INTEGRAL
Documentário retrata a trajetória de estudantes do Ensino Médio Integral em Mato Grosso do Sul
CONCURSO PÚBLICO
Publicados editais relacionados aos concursos públicos da Sedhast, Sejusp, Iagro e Agraer
CONCURSO PÚBLICO
Governo de MS nomeia 532 aprovados em concursos da segurança
PROJOVEM URBANO
SED convoca candidatos para apresentação de documentos do Processo Seletivo do Projovem Urbano
ESCOLA DE PONTA PORÃ
EE João Brembatti Calvoso recebe mais de R$ 2,6 milhões de investimento, em Ponta Porã
ORIENTAÇÕES USO ENERGIA ELÉTRICA
Crianças do Rede Solidária recebem orientações para o bom uso da energia elétrica