Menu
SADER_FULL
segunda, 21 de junho de 2021
Busca
ARTE E PAIXÃO

ARTE E PAIXÃO: Papelão se transforma em carro do filme 'De Volta para o Futuro', artista é do MS

Ele já conhecido por outras obras, como a réplica da moto Ninja ZX-10R

3 Jun 2021 - 09h20Por Dourados Agora

Com R$ 8.000 de investimento e quatro meses de trabalho, Gabriel Arruda, de 22 anos, conseguiu transformar papelão em um carro de tamanho real. O artista, que cursa avião civil, escolheu reproduzir o modelo Deloren do filme ‘De Volta para o Futuro’.

Ele já conhecido por outras obras, como a réplica da moto Ninja ZX-10R, finalizada em 2018. Porém, segundo Gabriel, o carro foi o maior desafio de todos e motivo de superação própria.

“Choveu, me desanimou, molhou o carro e estragou a maior parte”, conta o artista. O contratempo atrasou o projeto, mas com o apoio da família e de amigos próximos Gabriel conseguiu o ânimo que faltava para finalizar o veículo.

Foram 500 chapas de papelão ou 140 quilos de material para desenvolver o carro. Segundo Gabriel, o Deloren ficou com 80 quilos após a conclusão do projeto, pois uma parte material é perdida com o recorte.

O custo da obra teve R$ 6.000 em papelão e R$ 2.000 em cola. Gabriel conta que ainda falta a pintura e a parte elétrica para finalizar.

“Fazer isso me tira o estresse, é uma das coisas que mais gosto de fazer na vida. No tempo livre, quando não estou estudando ou trabalhando, estou mexendo com alguma coisa de papelão, inventando”, revela o douradense.

Desde os 7 anos

Gabriel nunca fez curso de artes plásticas, mas desde os sete anos começou a fazer trabalhos artesanais na escola e nunca mais parou. O artista conta que a família não tinha condições financeiras para comprar brinquedos e ele e o irmao criavam carro e moto de papelão ou madeira para brincar. “Vem daí a inspiração, da gente não ter a condição de comprar e nós inventávamos”, lembra.

Com o tempo, Gabriel começou a produzir peças decorativas e “foi daí que surgiu o amor pela arte em papelão”, recorda. Além da moto e do carro, Gabriel já fez bicicleta, instrumentos musicais, igrejas, casas e um prédio de Dubai, reproduzido com 3,4 metros de altura.

“Levo como hobby, é um tipo de terapia”, diz o artista sobre o motivo de sempre desenvolver obras em papelão. Segundo ele, “o papelão ensina muita coisa, a ter paciência e muitas outras coisas. Ensina persistência, porque a peça vai dar errado e vai ter que fazer de novo”.

Metas ainda maiores

O sonho de Gabriel é montar uma galeria de arte em Dourados para exposição das peças já desenvolvidas e também como espaço de incentivo para outras obras de arte.

Outra meta é chegar a 100 mil inscrições no canal Youtube, como forma de divulgar o seu trabalho, que atualmente não possui patrocínio, e ainda para inspirar outras pessoas que apreciam essa forma de arte.

Segundo Gabriel, depois do carro, já entrou nos seus planos a criação de um avião e de uma casa de papelão.

Confira abaixo como foi o desenvolvimento do Deloren.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ARTES
Programa Iberescena abre inscrições amanhã; prazo vai até 14 de outubro
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
Foto: Arquivo Pessoal ALERTA - SAÚDE
Jovem de 19 anos perde parte do pulmão após contrair fungos durante uso de narguilé
VÍDEO - CROCODILO INVADE PISCINA
Crocodilo luta brutalmente com resgatadores após invadir piscina, ASSISTA
Turistas 'dão de cara' com onça-pintada descansando em passarela de madeira em MS  Foto: Edir Alves/Foto NO MS É ASSIM
CARA A CARA: Turistas flagram onça-pintada descansando em passarela de madeira em MS
GOVERNO PRESENTE
Fundesporte atende demandas de infraestrutura do Governo Presente em Camapuã e Jaraguari
PRÊMIO GESTÃO PÚBLICA
Com foco na implementação de projetos, Agepen participa de reunião com vencedores do último Prêmio
PREMIO GESTÃO PÚBLICA
Agepen participa de reunião com vencedores do último Prêmio de Gestão Pública
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
unnamed EDITAL DE PROCLAMAS Nº 5.949
Cartório do 2º Oficio de Fátima do Sul-MS informa o Edital de Proclamas