Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 26 de fevereiro de 2021
SADER_FULL
Busca
100 EMPREGOS

MS tem 30 mil pessoas afastadas do trabalho devido a pandemia

Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados na PNAD Covid-19 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios).

24 Set 2020 - 10h00Por Dourados News

A pandemia do coronavírus impactou em 30 mil pessoas afastadas do trabalho, em Mato Grosso do Sul, em agosto. Considerando a população de 1,2 mi de ocupados no mês, o percentual é de 2,5%.  Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados na PNAD Covid-19 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios). 

O contingente vem caindo, pois eram 50 mil em julho e 69 mil em junho. O percentual é o menor do país. Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso também possuem um baixo percentual de pessoas afastadas do trabalho por conta do distanciamento social. No contraponto, o maior percentual é registrado no Acre, sendo de 12,4%. 


Já número de horas trabalhadas para as pessoas que estavam ocupadas voltou a crescer, refletindo a retomada gradual das atividades. O número médio de horas efetivamente trabalhadas de julho era de 35h, enquanto em agosto subiu para 36h. Em maio e julho eram 33 e 34h, respectivamente. 

Desocupação em MS permanece estável em agosto 

O total de pessoas desocupadas em MS se manteve estável em agosto com cerca de 134 mil, com uma taxa de 10,1%, mesmo percentual de julho. É a 4ª menor taxa do país, sendo Santa Catarina a menor (8,2%) e a Bahia a maior (18%). 

No Brasil, a população desocupada, que era de 10,1 milhões no começo da pesquisa, passou para 12,3 milhões em julho e, agora, 12,9 milhões de pessoas (aumento de 5,5% na margem e de 27,6% desde o início da pesquisa). A Região Sul foi a única a apresentar queda da população desocupada (-2,3%). Nordeste (14,3%) e Norte (10,3%) apresentaram as maiores variações.

Informalidade cresce no mês de agosto 

A pesquisa também revelou a variável de pessoas ocupadas e na informalidade. Mato Grosso do Sul tem cerca de 392 mil pessoas nessa situação no mês de agosto, aumento de 3,1% em relação a julho (380 mil). 

O proxy, que é o percentual de pessoas ocupadas como trabalhadores informais em relação ao total de pessoas ocupadas, isto é, trabalhadores informais/pessoas ocupadas x 100, das pessoas com 14 anos ou mais de idade em MS ficou em 32,6% (em julho era 32,1%). Isso representou a sétima menor porcentagem em termos das Unidades de Federação e a segunda posição da região Centro-Oeste. No Brasil esse percentual é de 33,9%. 

Em MS, 115 mil pessoas não conseguiram buscar trabalho devido à pandemia 

A pandemia e o isolamento social fizeram com que as pessoas não buscassem trabalho mesmo querendo trabalhar e não tendo ocupação. A população fora da força de trabalho, em agosto, foi estimada em 820 mil pessoas (em julho eram 827 mil). Deste total, 27,8% gostariam de trabalhar, mas não buscaram trabalho, e 14% (115 mil) não buscaram trabalho devido à pandemia ou à falta de trabalho na localidade, mas gostariam de trabalhar. Em julho, entre as pessoas que embora quisessem trabalhar não o fizeram, 15% alegaram como principal motivo a pandemia ou a falta de trabalho na localidade. 

Trabalho remoto

Mato Grosso do Sul tem o correspondente a 88 mil pessoas de pessoas ocupadas e não afastadas que trabalham de forma remota. Isso corresponde a 7,8% da população ocupada e não afastada do estado. Sendo assim, houve o mesmo percentual em comparação com o mês de julho. Em termos comparativos, no Brasil são cerca de 11,1% trabalhando remotamente. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS paga R$ 392 milhões em salários nesta segunda-feira
FÁTIMA DO SUL - TUDO ABAIXO DO PREÇO
Confira algumas OFERTAS do Dia 'J' deste sábado do Mercado Julifran em Fátima do Sul
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Mineradora anuncia projeto de R$ 40 milhões para extração de basalto em Inocência
NOVO AUXILIO
Presidente afirma Auxílio emergencial deve voltar em março, com parcelas de R$ 250
BOLSA FAMÍLIA BOLSA FAMÍLIA
VEJA QUEM RECEBE: Último lote de etapa do Bolsa Família é liberado hoje; valor é a partir de R$89
AÇÕES DO GOVERNO MS
Parceria vai levar assist. documentação e benef. para 8 comunidades ribeirinhas na região pantaneira
CASA PRÓPRIA
Atualização de dados cadastrais para sorteio de 150 apartamento encerra na próxima segunda-feira
PROCON NOS POSTOS
Procon cobra explicações pelo aumento repentino do etanol em MS
PREÇO ELEVADO
Procon Estadual dá 10 dias para sindicato explicar aumento do etanol
AÇÕES DO GOVERNO MS
Investimento em saneamento ultrapassa os R$ 5 milhões em Mundo Novo