Menu
SADER_FULL
segunda, 23 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
JUNINHO DENTISTA NOVO
economia

36,6% dos inadimplentes voltam a dar calote após um ano, diz Serasa

12 Mar 2014 - 17h49
A inadimplência segue estável no país, mas em patamar alto, aponta pesquisa divulgada nesta quarta-feira (12) pela Serasa Experian. 
 
Segundo o estudo, 36,6% dos consumidores que estavam inadimplentes em 2012, mas regularizaram suas pendências financeiras até o término do ano, voltaram a dar calote em 2013.
 
A reincidência, porém, é a menor dos últimos três anos (38,9% em 2012 e 39,4% em 2011).
Segundo a Serasa, do total de reincidentes em 2013, 27,1% tinham mais de cinco dívidas, contra 29,4% do ano anterior.
 
Em 2013, o número de novos endividados no país ficou em 5,9 milhões, ante um saldo de 6 milhões de inadimplentes em 2012.
 
"Apesar da queda da inadimplência no ano passado e no começo deste ano, continuamos com um patamar alto", afirmou Ricardo Loureiro, presidente da Serasa Experian. "Os agentes econômicos parecem ter se conformado com um padrão de inadimplência do consumidor em níveis elevados", acrescentou.
 
Em 2013, 17,6 milhões de pessoas quitaram suas dívidas e limparam o nome, aumento de 2,17% em relação ao ano anterior.
 
O levantamento mostra que mais pessoas conseguiram limpar o nome em 2013. Do total de 23,5 milhões de brasileiros que entraram na base da Serasa Experian no ano passado, 17,6 milhões de consumidores quitaram suas dívidas e limparam o nome, aumento de 2,17% em relação a 2012.
 
Em 2012, 17,3 milhões limparam o nome, 1,88% maior do que o montante de 2011 (16,9 milhões).
 
A Serasa promove nesta quinta e sexta um mutirão online para orientar gratuitamente consumidores que possuem dúvidas relacionadas à renegociação de dívidas e precisam de orientação financeira, através do site www.serasaconsumidor.com.br.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GOVERNO PRESENTE EM DOURADOS
GOVERNO PRESENTE: Obra do acesso do Aeroporto à BR-463 contempla pedido de Barbosinha em Dourados
ALTA NO PREÇO
Bolsonaro diz que alta nos preços dos alimentos é consequência do "fique em casa"
AUXILIO POPULAÇÃO
Ala política defende prorrogar auxílio emergencial, mas Bolsonaro ainda não decidiu
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Com apoio da Defesa Civil Nacional, Estado construirá 15 pontes de concreto no Pantanal
COMBATE AO MOSQUITO
Ação estratégica: Governo faz Dia D da campanha "Aproveite a Quarentena e Limpe o seu Quintal"
AÇÕES DO GOVERNO MS
Antecipação de salários, incluindo 13º, aquece o mercado e resgata a confiança do consumidor, avalia
VENDA DE CARROS
A venda de carros novos continua crescendo
OPORTUNIDADE
Concurso público tem 78 vagas e salários chegam a R$ 3,2 mil em MS
ROTA BIOCEÂNICA
Avanço em obras no Paraguai e em MS marcam mais uma etapa na consolidação da Rota Bioceânica
GREVE DE FOME
Professores fazem greve de fome por revogação de edital de temporários