Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 6 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Fátima do Sul

Queda de fio elétrico causa lesão em pescoço de motociclista em Fátima do Sul

4 Dez 2013 - 07h45Por Da Redação

Na madrugada do último domingo (01) para segunda (2), por volta das 00:30 horas, Luciano Batista dos Santos de 33 anos conduzia a sua motocicleta Honda Titan Fan 2005 no sentido Dourados a Fátima do Sul, quando ao passar pelo local conhecido por Vila Nossa Senhora dos Navegantes, onde têm uma rede elétrica que cruza a rodovia, um dos fios da rede caiu sobre a rodovia  atingindo o motociclista no pescoço.  

O motociclista só não morreu eletrocutado porque conseguiu se segurar sobre a motocicleta o que fez com que a descarga elétrica não tivesse aterramento.  Luciano alega, que mesmo não caindo da motocicleta ainda sentiu um forte choque elétrico.

Em razão do choque contra o fio elétrico Luciano sofreu lesões graves do tipo queimadura no pescoço e necessitou ser atendido no Hospital da SIAS em Fátima do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí
RETORNO ÀS AULAS EM MS
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
PONTE DE MADEIRA
Fogo 'engole' ponte e Agesul trabalha para liberar tráfego na MS-228
JATEÍ - PESQUISA REGISTRADA
Eraldo tem 71,2%, indica instituto London Pesquisas, veja os números em Jateí
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Polícias e Bombeiros do MS recebem R$ 50 milhões em investimentos do Governo do Estado
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
CORONAVÍRUS NO MS
Mato Grosso do Sul é o 3º Estado que mais testa para a Covid-19 no Brasil
CORONAVÍRUS NO MS
Governador Reinaldo recomenda lockdown, mas diz respeitar autonomia das prefeituras