Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 7 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
STF

Professor que abusar de estudantes deve responder por improbidade administrativa

28 Nov 2013 - 16h51Por STF

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que o professor da rede pública de ensino que cometer abuso sexual contra estudantes menores de idade comete crime e deve responder a ação penal. Para os ministros, essa conduta também pode ser caracterizada como ato de improbidade administrativa.

O julgamento no STJ foi de recurso movido pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) contra decisão do Tribunal de Justiça do estado, que extinguiu a ação de improbidade administrativa contra o acusado. Na acusação, em 2007, o professor de informática de uma escola municipal abusou sexualmente de três meninas, com seis anos e sete anos de idade.

Conforme a relatora, ministra Eliana Calmon, não há dúvida de que esse comportamento, se comprovado, não deve ser, apenas, tipificado como crime. Para ela, esse ato é um atentado aos princípios da administração pública, por causa do evidente confronto à moral.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí
RETORNO ÀS AULAS EM MS
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
PONTE DE MADEIRA
Fogo 'engole' ponte e Agesul trabalha para liberar tráfego na MS-228
JATEÍ - PESQUISA REGISTRADA
Eraldo tem 71,2%, indica instituto London Pesquisas, veja os números em Jateí
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Polícias e Bombeiros do MS recebem R$ 50 milhões em investimentos do Governo do Estado
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
CORONAVÍRUS NO MS
Mato Grosso do Sul é o 3º Estado que mais testa para a Covid-19 no Brasil
CORONAVÍRUS NO MS
Governador Reinaldo recomenda lockdown, mas diz respeitar autonomia das prefeituras