Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 19 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Zeca fala sobre possíveis composições políticas para 2006

15 Out 2004 - 15h52
Durante a cerimônia de entrega da sede do Tribunal de Contas do Estado no Parque dos Poderes, o governador Zeca do PT falou sobre as possíveis composições políticas para as próximas eleições e ainda sobre a aproximação entre o PMDB e o PT em nível nacional. “Eu estou contente com esta história de que existe um sentimento cada vez maior dentro do PMDB para fazer um alinhamento nacional [com o PT]. O PMDB é um partido com uma base social forte, com militante e, se a gente puder avançar nas negociações, para nós é bom. Para mim não tem problema algum”, ponderou, acrescentado que está aguardado um “aceno”.

O governador disse que seu partido tem uma chapa e que, neste período até às eleições vai estar discutindo e trabalhando para abrir espaço para o PMDB, porém, dá um aviso: “uma coisa para mim é fundamental, o [senador] Delcídio é meu candidato a governador”.

Zeca foi enfático ao dizer que todas estas possibilidades dependem de uma direção nacional, mais especificamente do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Estamos aguardando uma ordem do presidente e sua equipe para fazermos uma composição que atenda ao processo de verticalização que, evidentemente, pode acontecer”, afirmou, ponderando que qualquer interesse pessoal não pode se sobre pôr ao nacional.

O governador disse estar muito contente pela aproximação de um importante peemedebista, o ex-governador Pedro Pedrossian, que na manhã de hoje recebeu uma homenagem de Zeca por seu empreendedorismo. “O resto é conseqüência. Não sou um radical. Se fui, pertence ao meu passado. Hoje sou aberto, conciliador, busco o melhor para Mato Grosso do Sul. O resto é picuinha política não vale a pena discutir”.

Conversas – Logo após as eleições municipais Zeca recebeu em seu gabinete lideranças políticas do PP, do PTB, do PL e do PDT a fim de fazerem uma avaliação do pleito e discutirem alianças para 2006. E, mais recentemente esteve com o Pedrossian, na ocasião o tema política esteve em pauta. “Recebi muita orientação de uma figura que sabe muito sobre política”. Quanto a um futuro apoio o ex-governador Zeca disse que seria importante, mas que não vai forçar nada. “É um momento de amizade”.

Outra conversa que alegrou Zeca foi a que o presidente Lula teve com o prefeito eleito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB). “Isso tudo vai tranqüilizando o Estado”.
 
 
APn

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa cria calendário para liberar nova rodada de dinheiro do FGTS
TRAGEDIA AÉREA
Acidente aéreo mata sócio da Raizen e outras seis pessoas