Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 24 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Zeca do PT avaliza Valter Pereira como coordenador de Dilma em MS

19 Jul 2010 - 14h37Por Fátima News com assessoria

Ao receber a declaração de apoio e voto em sua candidatura ao governo do estado, em ato promovido por  peemedebistas de Dourados e região, o candidato Zeca do PT agradeceu e reiterou que não tem o partido como adversário. Segundo Zeca, o PT e  o PMDB estão unidos em nível nacional em defesa das candidaturas de Dilma Rousseff e Michel Temer para presidente e vice-presidente da República.

 

 

“Nós respeitamos o PMDB, teve um papel estratégico na viabilidade do governo Lula, é sucedâneo do MDB que foi o mais importante partido na reconquista da democracia, na derrota da ditadura. Minha disputa é com uma pessoa que desrespeita o próprio PMDB, é contra a arrogância, a soberba, o autoritarismo. Disse isso para as dezenas de lideranças que estavam na reunião”, afirmou Zeca.

 

 

O candidato também anunciou que viaja na próxima quarta feira para Brasilia, quando se reúne  com o presidente nacional do PT, Zé  Eduardo Dutra, e à  coordenação nacional da  candidata a presidente Dilma Rousseff, e  levará seu aval para que  o senador  Valter Pereira seja o coordenador da campanha “da nossa candidata  e de Michel Temer no Mato Grosso do Sul”.

 

 

Zeca viaja na próxima semana a Brasília para tratar deste e de outros assuntos relativos à campanha.

 

 

Ainda no ato público peemedebista de apoio a sua candidatura, Zeca do PT sinalizou que  no governo  democrático e de coalização que quer montar tem espaço para o “ PMDB do bem que sempre  colaborou com o processo de redemocratização e tem hoje no Valter Pereira,  sua grande lideranças, além de diversos vereadores, prefeitos e ex-prefeitos, que não agüentam e nem concordam  mais com o ranço  do autoritarismo”.

 

 

 “Nós respeitamos o PMDB, teve um papel estratégico na viabilidade do governo Lula, é sucedâneo do MDB que foi o mais importante partido na reconquista da democracia, na derrota da ditadura. Minha disputa é com uma pessoa que desrespeita o próprio PMDB, é contra a arrogância, a soberba, o autoritarismo. Disse isso para as dezenas de lideranças que estavam na reunião”, afirmou Zeca.

 

 

O apoio a Zeca dos peemedebistas de Dourados e região se soma ao de dirigentes e filiados a vários outros partidos que estão formalmente coligados com André Puccinelli, mas que não reproduzem nas bases essa aliança. Na segunda maior cidade do Estado, Zeca já recebeu também apoios de políticos do DEM, do PR, do PTB, entre outros.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso
Na Pandemia, filas são imensas na CEF de Fátima do Sul-MS AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera hoje saques do auxílio emergencial para mais 3,6 milhões