Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 27 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Washington do Fluminense confirma o fim da carreira

13 Jan 2011 - 15h48Por Globo Esporte

A emoção se fez presente desde os primeiros minutos. Com lágrimas nos olhos, Washington chegou acompanhado de Alcides Antunes, vice de futebol, e Celso Barros, presidente do patrocinador, sentou no centro da mesa localizada na sala improvisada no hotel onde o Fluminense faz pré-temporada, em Mangaratiba, e com lenço e microfone nas mãos anunciou:

- As coisas foram um pouco antecipadas, a notícia saiu antes. E...(pausa emocionada) quero comunicar a todos que estou deixando o futebol. É difícil dizer. É uma decisão que tomamos em conjunto. Foi difícil. Estava me preparando para jogar mais esse ano, mas conversamos nesses últimos dois dias, repensamos e decidi realmente parar. É um momento difícil demais, é uma coisa que mexe com a gente, mas um dia ia parar. Um dia a profissão acaba e é importante ter hombridade e humildade para saber que nada vai apagar o que dei ao futebol e o que o futebol deu para mim.

Entre lágrimas, o atacante de 35 anos agradeceu a todos que fizeram parte dos seus 17 de carreira como jogador profissional e desabou novamente em emoção.

- Realizei o sonho de ser jogador de futebol. Dentro deste sonho conquistei título, amigos... É duro dizer alguma coisa neste momento. Quero agradecer a Deus, minha família, amigos, companheiros, treinadores, clubes onde marquei minha história. Desculpem a emoção, é até meio chato, mas não agüento. Só quero agradecer.

Também muito emocionado, o vice-presidente de futebol, Alcides Antunes, tomou a palavra e agradece ao Coração Valente.

- Só temos a agradecer ao Washington. Conversamos, ele tomou a decisão e esperamos ter o Washington conosco. O casamento não foi desfeito. Ele é uma grande pessoa e continuará por muito tempo no futebol. Só podemos agradecer por tudo que fez pelo Fluminense e desejo toda sorte daqui em diante.

Médico e presidente da patrocinadora do clube, Celso Barros foi outro a falar sobre o caso de Washington. Ele confirmou que houve um novo problema médico, no caso, a hiperglicemia, que resultou na conversa e na decisão do atacante.

- É um momento complicado na vida do profissional. Mas conversamos, analisamos várias situações que existem e todos têm conhecimento para tomarmos essa decisão. Tenho um carinho enorme pelo Washington, que foi um cara fundamental na conquista do Brasileiro. Ele fez oito gols quando o Fred se machucou, depois participou da jogada do gol do título. Certamente ele para de jogar futebol e vai estar ao nosso lado. Hoje temos a tristeza do momento, mas a melhor decisão para ele é em relação à saúde e à vida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO 2021
Turismo 2021: O que esperar do Turismo Brasileiro no próximo ano?
SUA SAÚDE
Carnes de bichos selvagens podem transmitir parasitas, vírus e até matar
SEU BOLSO
Petrobras reajusta gasolina e diesel em 5% a partir desta quarta-feira
SONHOS INTERROMPIDOS
Pais perdem filho de 7 anos em tragédia na BR-376: "Passaram o dia montando a casa para receber ele"
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
UTI LOTADAS
13 crianças com covid estão em estado grave em Cuiabá
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe descobre estupro ao desconfiar que filha de 12 anos tinha ciúmes do padrasto
VIRUS A SOLTA
Caixão com corpo que tinha identificação de risco biológico por Covid é achado em estrada
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem fez vídeo antes de morrer em acidente no Paraná: 'Devagar, motora'
FATALIDADE
Padre cai de pedra em cachoeira e corpo é encontrado em poço