Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
quarta, 14 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Soja: Cotações são as mais baixas em 26 meses

15 Out 2004 - 07h28
Os preços da soja caíram para próximo da cotação mínima dos últimos 26 meses, em Chicago. As informações de que as chuvas deverão melhorar as condições de plantio no Brasil e na Argentina, os dois maiores produtores da oleaginosa depois dos Estados Unidos alimentaram as especulações e contribuíram para a forte queda. As cotações fecharam a 517,25 centavos de dólar por bushel (US$ 190,06 por tonelada). As chuvas alcançaram trinta e oito milímetros na noite de segunda-feira em quase a totalidade das áreas agricultáveis dos países da América do Sul. Para os observadores, isso significa que aumentaram as reservas de umidade do solo. Segundo o meteorologista da Meteorlogix, de Lexington, no estado de Massachusetts, Joel Burgio, as chuvas contribuíram para melhorar as condições do solo, o que permite o início da preparação das áreas produtoras do norte onde o plantio apenas começou, disse.
 
Agrolink

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore