Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Promotoria quer autonomia de diretores nas escolas

4 Fev 2010 - 16h45Por Dourados Agora

A Guarda Municipal e diretores de escolas públicas de Dourados começaram a definir a estratégia para a retomada das rondas escolares nos estabelecimentos de ensino da cidade. O trabalho começa na segunda-feira, com o início das aulas na rede pública.
O assunto foi discutido em reunião nesta quinta-feira, na sede da Guarda, com a participação da promotora de Justiça Cristiane Amaral Cavalcante, representes do Conselho Tutelar, Juizado da Infância e da Adolescência e a secretaria municipal de Educação, Marlene Vasconcelos.
 
O diretor de operações da ronda escolar da Guarda Municipal, Janecir dos Santos Ferreira, disse que a reunião foi bastante produtiva e esclareceu aos diretores como devem proceder na hora de uma ocorrência, rebeldia de alunos, armas ou drogas, entre outros casos de violência.
 
Cristiane Amaral Cavalcante foi enfática ao afirmar que os diretores de escolas têm que exercer a autoridade dentro do estabelecimento de ensino, para evitar que ocorrências graves venham acontecer no futuro. “O diretor deve ser rígido ao exercer sua autoridade, não esquecendo de seguir o regimento da escola e observar o Estatuto da Criança e do Adolescente”, afirmou.
 
Ela lembrou que o estatuto, ao mesmo tempo que defende também pune o adolescente infrator. “Temos que tirar da cabeça do adolescente aquela crença de que a Justiça para ele ‘não dá nada’; isso é um erro”, destacou.
 
RONDAS
 
Para proporcionar maior segurança nas escolas, atendendo a pedido dos diretores, professores e pais de alunos, o prefeito Ari Artuzi autorizou desde o começo de 2009 a criação de equipes específicas de guardas municipais para atender as rondas escolares em todos os estabelecimentos de ensino do município. Com isso, aumentou em quase 40% o índice de visitas feitas nas escolas. Em consequência disso, cresceu em 50% o número de atendimentos.
 
No ano passado a ronda escolar foi feita por 17 guardas municipais em três períodos escolares, percorrendo 55 escolas das redes municipal, estadual e particular.
 
O trabalho básico da ronda é inibir possíveis atos de violência que possam ocorrer dentro ou nas proximidades das escolas. Durante as rondas são quase frequentes os flagrantes a alunos ou pessoas que não são estudantes do estabelecimento de ensino portando arma de fogo ou branca (facas ou canivetes).
 
Esse tipo de flagrante ocorre mais nas proximidades dos estabelecimentos de ensino. O trabalho dos guardas municipais é recolher esse armamento, registrar Boletim de Ocorrência (BO) e no caso de menor de 18 anos, encaminhá-lo à Delegacia do Menor de Dourados.
 
Além do trabalho das rondas, para complementar o trabalho de segurança nas escolas a Guarda Municipal ainda ministra palestras nos estabelecimentos, abordando temas de prevenção aos ilícitos com três temas básicos: “Prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas”, “Como colaborar com a segurança nas escolas” e “Noções básicas sobre trânsito”.
 
“Com certeza a ronda escolar permanente nas escolas e palestras fazem com que os pais fiquem mais tranquilos, sabendo que seus filhos não estão totalmente desprotegidos e que existe uma autoridade permanente vigiando os atos ilícitos”, ressaltou Janecir Ferreira. A população pode acionar o serviço de ronda escolar através dos telefones 199 e 153.

Leia Também

BAIXA RENDA
Auxílio Gás: governo libera o pagamento no valor de R$ 52
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem um aumento e registra 351 mortes em 24 horas
OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG