Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 15 de maio de 2021
Busca
Brasil

Palocci não vai interferir sobre dívida de municípios

19 Jul 2004 - 17h00
O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, afirmou hoje que não irá interferir nas discussões que estão sendo travadas sobre a renegociação das dívidas dos municípios. Em entrevista ao programa "Bom Dia Brasil", da TV Globo, Palocci ponderou que as discussões sobre o assunto, intensificadas nas últimas duas semanas, são, até agora, um "debate de candidatos" às prefeituras. Por isso, Palocci acredita que não cabe ao Ministério da Fazenda interferir nas discussões.

"Não cabe ao ministro da Fazenda interferir no debate dos candidatos. Vamos deixar eles debaterem, o povo escolher e depois vamos dialogar sobre essa questão e tantos outros assuntos", disse.

Palocci buscou deixar claro que a questão de uma possível renegociação das dívidas municipais não deve ser o tema principal da relação entre as prefeituras e o governo federal. "Não devemos olhar somente a questão da dívida dos municípios e suas dificuldades", disse.

Para o ministro, as grandes cidades, como São Paulo, Recife ou Salvador, devem ser vistas como grandes aglomerados urbanos, que exigem, portanto, investimentos e um acompanhamento tanto do governo federal quanto dos Estados. "Esse acompanhamento é mais importante do que a questão das dívidas", salientou.

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada