Menu
SADER_FULL
sábado, 26 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Número de mortos em queda de avião na Venezuela sobe a 14

14 Set 2010 - 05h26Por G1

A queda de um avião com 51 pessoas a bordo matou pelo menos 14 pessoas nesta segunda-feira (13) na Venezuela, segundo novo balanço das autoridades locais.

Ao menos 33 pessoas sobreviveram à queda, e os bombeiros estão à procura de quatro desaparecidos.

O governador do estado de Bolívar, Francisco Rangel Gómez, disse que alguns feridos, em estado mais grave, podem ser levados à capital, Caracas.

Havia quatro tripulantes e 47 passageiros a bordo. Inicialmente, havia sido informado um total de 47 pessoas na aeronave.

O avião ATR-42 de fabricação francesa pertencia à empresa estatal Conviasa e fazia uma rota doméstica entre  Porlamar, na turística Isla de Margarita, e Ciudad Guayana. Inicialmente, as autoridades haviam dito que o avião partia de Ciudad Guayana.

O acidente ocorreu a pouco mais de 9 quilômetros de Puerto Ordaz, que faz parte de Ciudad Gayana e  fica a 730 km a sudeste da capital, Caracas.

O avião caiu próximo à entrada das instalações da Siderúrgica del Orinoco (Sidor). Ele ficou bastante danificado, praticamente partido em dois.

Apesar de ter caído numa área movimentada, ele não deixou vítimas em terra, segundo o governador, porque caiu em uma área usada como depósito de materiais usados.

O governador explicou que o acidente aconteceu depois que o avião registrou uma "perda de controle", que chegou a ser notificada à torre pelo piloto.

"Infelizmente, há mortos, mas (...) ao observar o estado em que ficou o avião, acho que tivemos sorte", explicou o ministro dos Transportes e das Comunicações, Francisco Garcés.

"A situação está sob controle", acrescentou o ministro, indicando que a intervenção imediata impediu uma tragédia maior.

O ATR-42 atinge 555 km/h, tem capacidade para entre 44 e 50 passageiros e tem autonomia de voo de 1.611 km.

Um porta-voz afirmou à France Presse que a empresa  ATR "está trabalhando em estreita colaboração com a companhia aérea e com as autoridades para compreender as causas do acidente".

A Conviasa é uma companhia aérea estatal venezuelana nascida em 2004 que realiza voos nacionais e também com destino a Teerã, Damasco, Buenos Aires e vários pontos do Caribe.

O último grande acidente aéreo na Venezuela havia ocorrido em 2008, quando um avião da empresa local Santa Barbara com 46 a bordo caiu em uma região montanhosa, matando todos a bordo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso